VARIZES E MICROVARIZES

O que é?

Varizes, ou veias varicosas, são veias dilatadas, com volume aumentado, tornando-se tortuosas e alongadas com o decorrer do tempo.

Microvarizes, ou telangiectasias, são varizes intradérmicas, superficiais e, por esse motivo, adquirem uma coloração mais avermelhada ou arroxeada.

São mais comuns em mulheres do que em homens.

Como se desenvolve?

As artérias levam o sangue do coração para as extremidades, e as veias têm a função de levar o sangue de volta ao coração, impulsionado, principalmente pela bomba muscular das panturrilhas. Dentro das veias existem pequenas válvulas que impedem o retorno venoso para as extremidades. Quando as válvulas não se fecham adequadamente, acontece esse retorno, a que se denomina refluxo. Quando acontece o refluxo, aumenta a quantidade de sangue dentro das veias, o que faz com que elas se dilatem.

Um dos principais fatores para o desenvolvimento das varizes é o hereditário ou familiar. O fator genético ocasiona uma diminuição da resistência das paredes das veias e insuficiência valvular.

Outro fator importante é o hormonal. Durante as gestações, há uma maior liberação de hormônios, o que pode ocasionar diminuição do tônus da parede venosa. No final da gestação, a compressão do útero grávido sobre veias do abdômen também pode desencadear varizes. Existem estudos comprovando a relação entre o número de gestações e o aparecimento de varizes. O uso prolongado de anticoncepcionais e outros tratamentos hormonais também são fatores agravantes.

A obesidade e o tipo de trabalho (pessoas que trabalham muitas horas em pé) favorecem o desenvolvimento de varizes. Varizes também podem surgir como consequência tardia de uma trombose venosa ou de anormalidade congênita das veias.

O que se sente?

Dor, cansaço e sensação de peso nas pernas são os sintomas mais frequentes, mas podem ocorrer também, ardência, edema (inchaço), câimbras, dormência e áreas de pele inflamada com prurido (coceira). São mais acentuados no final do dia, em dias de temperatura elevada.

Como se faz o diagnóstico?

O diagnóstico é feito, basicamente, pelo exame físico.

O exame utilizado para avaliação de refluxo venoso, e como auxiliar do tratamento cirúrgico, é o Ecodoppler venoso (ecografia que avalia o fluxo venoso superficial e profundo).

Como se trata?

O tratamento das varizes pode ser conservador, em alguns casos, e consiste no uso de meias elásticas e utilização de medicamentos que melhoram o fluxo venoso. Entretanto, a cirurgia de varizes, sem dúvida, é sempre o tratamento ideal para se evitar as complicações próprias da evolução da doença, tais como, edema (inchaço), dermatites, pigmentações e endurecimento da pele, úlceras varicosas e tromboflebites (inflamação da parede da veia com formação de coágulo).

A cirurgia de varizes geralmente é feita sem internação hospitalar, e tem um ótimo resultado estético e a cirurgia com laser é outro método que pode ser utilizado.

O tratamento mais utilizado para microvarizes, ou telangiectasias, é a escleroterapia, através de injeções de medicamentos. A escleroterapia com espuma é outra opção, mas ainda necessita estudos mais aprofundados.

Outra opção é a utilização do Laser. Todavia, o método tem limitações por ser dispendioso, devido ao alto custo dos aparelhos, e porque pode ocasionar manchas hipocrômicas (brancas) na pele.

Como se previne?

Praticar exercícios físicos, evitando sempre o uso demasiado de peso nas pernas durante os mesmos. Usar meias elásticas, principalmente durante a gestação, ou em atividades em que se permaneça muitas horas em pé, além de manter um peso corporal adequado.





Publicidade/Advertisement

Publicidade/Advertisement


LEIA TAMBÉM

Varicocele  A varicocele está presente em 15% da população geral (adultos e adolescentes) e em 35% dos homens com infertilidade.

Úlcera de Perna  A insuficiência venosa crônica é a principal causa do desenvolvimento de úlceras de perna.

Tromboflebite Superficial  É uma doença bastante comum, e se caracteriza por uma trombose (sangue coagulado) dentro de veia superficial, com reação inflamatória da parede venosa e dos tecidos vizinhos. Ocorre mais em mulheres do que em homens e em portadores de varizes de membros inferiores.

Fístulas Arteriovenosas  Fístula arteriovenosa acontece quando o sangue de uma artéria passa para uma veia sem atravessar a rede capilar. No organismo humano, existem comunicações normais, fisiológicas entre artérias terminais e vênulas.

Eu Posso Fazer Exercícios?  Os benefícios da prática regular de exercícios físicos são amplamente conhecidos e a luta contra sedentarismo, comprovadamente, traz frutos positivos no que se refere à qualidade de vida e à longevidade

Cuidados Pós-Parto  Todos os órgãos, principalmente os genitais, se recuperam das alterações ocorridas ao longo da gravidez e do parto e nessa fase se inicia a lactação

Exercícios na Terceira Idade  Exercícios regulares, realizados periodicamente e bem orientados, nos ajudam a manter uma boa qualidade de vida, diminuindo a chance de morte por problemas cardiovasculares e por outras patologias, também.

Caminhar: Um Ótimo Exercício  É importante que quando se utilize o andar como forma de exercício físico se tenha alguns cuidados básicos

ABC da Alimentação Saudável  Uma alimentação, quando adequada e variada, previne deficiências nutricionais, e protege contra doenças infecciosas, porque é rica em nutrientes que podem melhorar as defesas do organismo

Obesidade  Enfermidade caracterizada pelo acúmulo excessivo de gordura corporal, associada a problemas de saúde, ou seja, que traz prejuízos à saúde do indivíduo.







Autor

Título: Varizes

Link :
Data de Publicação : 03/06/2005 - Revisão : 26/07/2014 - Acesso : 27/08/2014 - Código do Conteúdo : Artigo 448
Palavras-Chave : Varizes - Angiologia e Cirurgia Vascular - Veia Dilatada , Veia Varicosa , varizes , microvarizes , dor nas pernas .





Aviso Legal

Proibida a reprodução integral ou parcial, para uso comercial, editorial ou republicação na internet, sem autorização mesmo que citada a fonte - (Inciso I do Artigo 29 - Lei 9.610/98). Permitido o uso para trabalhos escolares, sem autorização prévia, desde que não sejam republicados na internet. Os anúncios publicitários são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos anunciantes, não constituindo qualquer forma de indicação ou de interferência no conteúdo editorial. Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas através do site ABC DA SAUDE, o qual tem por objetivo a informação, divulgação e educação acerca de temas médicos, e cujos artigos expressam tão somente o ponto de vista dos seus respectivos autores. Tais informações não deverão, de forma alguma, ser utilizadas como substituto para o diagnóstico médico ou tratamento de qualquer doença sem antes consultar um médico.
Política Editorial : http://www.abcdasaude.com.br/sobre
© Copyright 2001-2014 - ABC da Saúde Informações Médicas Ltda. - Proibida a reprodução sem autorização - Todos os direitos reservados.


Publicidade/Advertisement

Publicidade/Advertisement


Publicidade/Advertisement


Notícias




Destaques