INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO FEMININO

Sinônimo

Cistite

O que é?

É a inflamação superficial da mucosa da bexiga (mucosa vesical). É uma infecção muito freqüente nas mulheres. Estima-se que 25 a 30 % das mulheres adultas terão pelo menos um episódio de infecção urinária durante a sua vida.

Como se desenvolve?

A contaminação do trato urinário em mulheres se dá por via ascendente a partir de germes que colonizam o intróito vaginal. As bactérias entram pela uretra e se localizam na bexiga. Elas podem permanecer e crescer na bexiga ou atingir outras partes do trato urinário como os ureteres e os rins, causando uma infecção do trato urinário superior.

O que se sente?

Os principais sintomas incluem:
 

Disúria: sensação de ardência, dificuldade ou dor ao urinar.
Polaciúria: micções freqüentes, mesmo com pequeno volume de urina na bexiga.
Urgência miccional: sensação exagerada de vontade de urinar.
Desconforto suprapúbico.
Sensação de esvaziamento incompleto da bexiga.
Hematúria: presença de sangue na urina.

Como se faz o diagnóstico?

O diagnóstico baseia-se fundamentalmente no quadro clínico, mas deve ser realizada coleta da urina para cultura, antes de iniciar o tratamento, com o objetivo de confirmar o diagnóstico e prescrever o antibiótico adequado. Devem ser excluídas as vaginites, as doenças sexualmente transmissíveis e os divertículos na uretra, que podem simular uma cistite.

Como se trata?

Apesar da maioria das infecções urinárias baixas serem autolimitadas, o tratamento medicamentoso elimina rapidamente o germe causador e os sintomas. O uso da medicação em tratamentos breves de três dias geralmente é eficaz. Naquelas mulheres com infecção urinária de repetição ou infecção urinária pós-coito, deve ser instituída a profilaxia, usando baixas doses de antimicrobianos com boa concentração urinária.

Como se previne?

Para prevenção recomenda-se a ingestão regular de líquidos e as micções periódicas e completas, principalmente após a relação sexual e nas mulheres que usam diafragma como método anticoncepcional. Realizar a higiene local sempre do sentido anterior para o posterior, e caso for necessário o uso de um lubrificante durante o ato sexual, que este seja à base de água.

Perguntas que você pode fazer ao seu médico

Estou com infecção urinária e meu médico disse que existem algumas medidas gerais que eu deveria seguir para prevenir futuras infecções. Quais são elas?





Publicidade/Advertisement

Publicidade/Advertisement


LEIA TAMBÉM

CISTITE  É o nome que se dá para doenças inflamatórias e/ou infecciosas da bexiga. As cistites mais freqüentes são causadas por germes oriundos do nosso trato intestinal. Uma delas é a bactéria conhecida por Escherichia coli.

INFECÇÃO URINÁRIA - CISTITE  Cistite é o nome que se dá para doenças inflamatórias e/ou infecciosas da bexiga. Por isso, é também chamada de infecção urinária baixa.

INFECÇÃO URINÁRIA E GRAVIDEZ  Na gestação, a infecção urinária (IU) se reveste de grande importância e interesse em razão de sua elevada incidência nesse período especial da vida da mulher.

INFECÇÃO URINÁRIA (Urologia)  É a infecção bacteriana mais comum no ser humano sendo só ultrapassada pela gripe de origem viral. Trata-se da presença de bactérias na urina. Essas bactérias multiplicam-se com o passar do tempo, enquanto um tratamento adequado não é instituído.

INFECÇÃO URINÁRIA (Nefrologia)  A infecção do trato urinário (IU) constitui uma das principais causas de consulta na prática médica, só perdendo para as infecções respiratórias.

INFECÇÃO URINÁRIA EM CRIANÇAS  Na maioria das vezes, a IU em crianças apresenta sintomas urinários iguais aos dos adultos: ardência, urgência e freqüência urinária aumentada.

CÂNCER DE BEXIGA - DETECÇÃO PRECOCE  Detecção precoce ou "screening" para um tipo de câncer é o processo de procurar um determinado tipo de câncer na sua fase inicial, mesmo antes que ele cause algum tipo de sintoma.

TUMOR DE BEXIGA  Também chamado de carcinoma transicional de bexiga, constitui 6,2% de todos os tumores os tumores malignos

HEMATÚRIA  Hematúria ou sangue na urina é um sinal que ocorre nas doenças renais e não pode ser ignorado pelos portadores, nem pelos médicos. Em toda a urina, há sempre hemácias (sangue) em quantidade muito reduzida.

INCONTINÊNCIA URINÁRIA FEMININA  A incidência de incontinência urinária na mulher aumenta com a idade, atingindo 25% após a menopausa.

Publicidade/Advertisement

Publicidade/Advertisement






Autor

Título: INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO FEMININO

Link :
Data de Publicação :01/11/2001 - Revisão : 05/01/2010 - Acesso : 24/04/2014
Palavras-Chave : INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO FEMININO - Ginecologia e Obstetrícia - Cistite , Infecção da Bexiga , Ardência para Urinar , Infecção Urinária





Aviso Legal

Proibida a reprodução integral ou parcial, para uso comercial, editorial ou republicação na internet, sem autorização mesmo que citada a fonte - (Inciso I do Artigo 29 - Lei 9.610/98). Permitido o uso para trabalhos escolares, sem autorização prévia, desde que não sejam republicados na internet. Os anúncios publicitários são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos anunciantes, não constituindo qualquer forma de indicação ou de interferência no conteúdo editorial. Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas através do site ABC DA SAUDE, o qual tem por objetivo a informação, divulgação e educação acerca de temas médicos, e cujos artigos expressam tão somente o ponto de vista dos seus respectivos autores. Tais informações não deverão, de forma alguma, ser utilizadas como substituto para o diagnóstico médico ou tratamento de qualquer doença sem antes consultar um médico.
Política Editorial : http://www.abcdasaude.com.br/sobre
© Copyright 2001-2014 - ABC da Saúde Informações Médicas Ltda. - Proibida a reprodução sem autorização - Todos os direitos reservados.


Publicidade/Advertisement

Publicidade/Advertisement


Publicidade/Advertisement


Notícias




Destaques