Super Promoção Dieta do Mediterrâneo


DETECÇÃO PRECOCE PARA O CÂNCER DE CÓLON E RETO

Sinônimos

Exame Preventivo de Câncer de Cólon, de Intestino Grosso, de Reto

O que é detecção precoce ou screening de um tipo de câncer?

Detecção precoce ou screening para um tipo de câncer é o processo de procurar um determinado tipo de câncer na sua fase inicial, antes mesmo que ele cause algum tipo de sintoma. Em alguns tipos de câncer, o médico pode avaliar qual grupo de pessoas corre mais risco de desenvolver um tipo específico de câncer por causa de sua história familiar, por causa das doenças que já teve ou por causa dos hábitos que tem, como fumar, consumir bebidas de álcool ou comer dieta rica em gorduras.

A isso se chama fatores de risco e as pessoas que têm esses fatores pertencem a um grupo de risco. Para essas pessoas, o médico pode indicar um determinado teste ou exame para detecção precoce daquele câncer e com que freqüência esse teste ou exame deve ser feito. Para a maioria dos cânceres, quanto mais cedo (quanto mais precoce) se diagnostica o câncer, mais chance essa doença tem de ser combatida.

Qual é o teste que diagnostica precocemente o câncer de cólon?

O tubo digestivo é composto de várias partes diferentes, começando pela boca, passando pelo esôfago, o estômago, o intestino delgado, o intestino grosso ou cólon, o reto e terminando no ânus. O cólon e o reto têm a função de absorver a água que é ingerida com os alimentos e transformar a massa de substância ingerida e não aproveitada pelo corpo, em fezes para que seja eliminada. Essas duas porções do tubo digestivo são muito semelhantes no que diz respeito à camada que reveste o seu interior e a sua função. Assim, os tumores que acometem essas regiões são chamados, normalmente, de câncer coloretal, e tratados como uma única doença.

Esses tumores podem ser diagnosticados precocemente de várias formas. O exame oculto das fezes e os exames que vêem o intestino por dentro, como a colonoscopia e a retosigmoidoscopia são os exames mais frequentemente utilizados para se fazer um diagnóstico precoce desse tumor.

Como o médico faz este exame?
 

Exame Oculto das Fezes:

Nesse exame, o paciente, após realizar uma dieta específica para realizá-lo, evacua num recipiente fornecido pelo laboratório e lá os técnicos procuram por sangue que tenha se exteriorizado do tubo digestivo junto com as fezes. Os estudos mostram que se as pessoas entre 50 e 80 anos de uma determinada população realizarem esse exame anualmente, ou de dois em dois anos, diminui as mortes decorrentes desse tipo de tumor naquela população.

Retosigmoidoscopia:

Nesse exame, o médico introduz pelo ânus um fino tubo com uma câmara na ponta para dentro do reto à procura de pólipos ou lesões sugestivas de terem sofrido alguma transformação compatível com um tumor. Os estudos mostram que se as pessoas acima de 50 anos de uma determinada população realizarem esse exame regularmente, diminui as mortes decorrentes desse tipo de tumor naquela população. O intervalo ideal que deve ser feito esse exame (de quanto em quanto tempo) ainda não foi determinado e o paciente deve discutir com o seu médico, que avaliará os seus fatores de risco e o resultado do primeiro exame para determinar o intervalo ideal.

Colonoscopia:

Esse exame é um exame endoscópico semelhante à Retosigmoidoscopia, porém com um aparelho mais fino e mais flexível, que consegue visualizar as porções do cólon, além do reto e do sigmóide, como o anterior. Apesar de os tumores coloretais localizarem-se mais freqüentemente nas suas porções mais próximas ao ânus, boa parte dos tumores pode se localizar nas porções iniciais do cólon e, por isso mesmo, serem mais difíceis de se diagnosticar e causarem menos sintomas. Como o exame anterior, estudos demonstraram que esse exame feito em pessoas acima de 50 anos, realizado regularmente, pode diminuir as mortes relacionadas com esse tipo de tumor.

Quais os fatores de risco mais comuns associados ao câncer coloretal?
 

Idade

O risco de desenvolver o câncer de cólon e reto aumenta com a idade após os 50 anos.

História familiar

Algumas famílias têm um tipo de doença que acomete o cólon, a Adenomatose Poliposa Familiar. Essa doença faz com que a pessoa desenvolva vários pólipos no seu intestino. Essas pessoas têm mais risco de desenvolver esse tipo de câncer. Outras doenças que alguns familiares possam ter tido também aumenta a chance dessas pessoas de ter esse tipo de câncer, e uma delas é o próprio câncer coloretal ou mesmo uma história de Adenoma (tumor benigno do intestino, que provavelmente é a forma anterior do tumor maligno) de cólon antes dos 60 anos.

História Patológica Passada ou Atual

Dependendo do tipo de doenças que uma pessoa já teve, a chance de ela desenvolver câncer coloretal é maior. Essas doenças incluem o próprio câncer de cólon prévio, câncer de ovário, endométrio ou de mama, além de história de adenomas (pólipos) do intestino grosso. Outra doença que está associada ao risco de ter esse tipo de câncer é a Doença de Crohn ou a Retocolite Ulcerativa, doenças em que há uma inflamação crônica dos intestinos.

Vários estudos têm demonstrado que todas as pessoas que tem mais de 50 anos devem fazer algum tipo de exame para detectar precocemente lesões que podem evoluir para câncer coloretal ou para retirar lesões malignas iniciais. Com isso, a mortalidade devida a esse tipo de neoplasia diminui para toda a população.

A frequência com que se deve realizar esse exame depende dos seus fatores de risco e de sua história pessoal. Um médico deve ser consultado para definir com o paciente o tipo de exame e o intervalo ideal para realizá-lo, e quando deve parar de fazê-lo de forma periódica.

Perguntas que você pode fazer ao seu médico

Quais são os riscos de uma colonoscopia?

Meu pai (ou minha mãe) teve câncer de cólon. Eu devo fazer algum exame em especial por causa disso?

Às vezes, conforme o que eu como, parece ter sangue nas minha fezes. Eu devo me preocupar com isso?





Publicidade/Advertisement

Publicidade/Advertisement


LEIA TAMBÉM

Câncer de Cólon e Reto - Prevenção  O câncer de cólon e reto, como a maioria dos tipos de câncer, têm fatores de risco identificáveis

Câncer de Cólon e Reto  São tumores malignos, cânceres freqüentes do aparelho digestivo (intestino grosso). Muitas vezes se desenvolvem sem sintomas que possam alertar os pacientes para um tratamento precoce; mas, assim mesmo, são cânceres que uma vez detectados podem apresentar um bom índice de cura.

Sangramento Anal  O sangramento anal pode ser causado tanto pela ocorrência de hemorróidas como por outras doenças menos ou mais graves que a doença hemorroidária.

Câncer de Ânus  Sangramento, dor, massa na região anal podem estar associados ao câncer de ânus. Mas em muitos casos o câncer de ânus não sangra, não dói e não se observa massa.

Constipação Intestinal  Para o paciente significa fezes excessivamente duras e pequenas, eliminadas infreqüentemente ou sob excessivo esforço defecatório

Diarreia Crônica  Diarréia é a eliminação de fezes, predominantemente desmanchadas ou líquidas, não importa o número de vezes. É crônica quando ocorre por um período maior que 3 a 4 semanas.

Doença de Crohn  Não se conhece uma causa para a Doença de Crohn. Várias pesquisas tentaram relacionar fatores ambientais, alimentares ou infecções como responsáveis pela doença.

Colite  A principal manifestação é diarréia com sangue. Conforme a gravidade da doença, o número de evacuações varia de menos de 5 episódios diários até 10 ou 20 e o volume de sangue pode ser variável, causando ou não sintomas pela conseqüente anemia.

Sangramento Gastro-Intestinal  é a perda de sangue a partir de qualquer órgão do trato digestivo (esôfago, estômago, intestino delgado e intestino grosso).

Síndrome do Intestino Irritável  A causa não é bem conhecida e, portanto, não se sabe como, a partir de um certo momento, uma pessoa passa a apresentar os sintomas







Autor

Título: Câncer de Cólon e Reto - Detecção Precoce

Link :
Data de Publicação : 01/11/2001 - Revisão : 05/01/2010 - Acesso : 21/09/2014 - Código do Conteúdo : Artigo 115
Palavras-Chave : Câncer de Cólon e Reto - Detecção Precoce - Cancerologia - Diagnóstico Precoce de Câncer de Reto , Screening de Reto , Prevenção de Câncer de Reto





Aviso Legal

Proibida a reprodução integral ou parcial, para uso comercial, editorial ou republicação na internet, sem autorização mesmo que citada a fonte - (Inciso I do Artigo 29 - Lei 9.610/98). Permitido o uso para trabalhos escolares, sem autorização prévia, desde que não sejam republicados na internet. Os anúncios publicitários são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos anunciantes, não constituindo qualquer forma de indicação ou de interferência no conteúdo editorial. Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas através do site ABC DA SAUDE, o qual tem por objetivo a informação, divulgação e educação acerca de temas médicos, e cujos artigos expressam tão somente o ponto de vista dos seus respectivos autores. Tais informações não deverão, de forma alguma, ser utilizadas como substituto para o diagnóstico médico ou tratamento de qualquer doença sem antes consultar um médico.
Política Editorial : http://www.abcdasaude.com.br/sobre
© Copyright 2001-2014 - ABC da Saúde Informações Médicas Ltda. - Proibida a reprodução sem autorização - Todos os direitos reservados.


Publicidade/Advertisement

Publicidade/Advertisement


Publicidade/Advertisement


Notícias




Destaques