OTOPLASTIA - CIRURGIA PLASTICA NAS ORELHAS

OTOPLASTIA - CIRURGIA PLASTICA NAS ORELHAS

O que é?

A otoplastia é a cirurgia para correção de deformidades na orelha externa. Podem ser anomalias do crescimento, deformidades adquiridas por trauma ou outras doenças. A deformidade mais conhecida é a orelha em abdução ou "orelha-de-abano".

Como se desenvolve?

Fatores genéticos, ou características familiares e raciais, têm papel preponderante no estabelecimento de alterações na forma da orelha. Outro dado importante é o crescimento das cartilagens, embora na maioria dos casos de orelha em abdução a deformidade já possa ser notada ao nascimento.

Como se faz o diagnóstico?

Os pais podem perceber a alteração na forma da orelha muito cedo e procurar solução. O diagnóstico é feito pelo médico e nos casos de orelha em abdução somente o exame clínico é suficiente para chegarmos a uma conclusão. As deformidades se localizam fundamentalmente em dois pontos: na concha (a parte funda da orelha) que está muito elevada e na anti-hélix (a parte mais saltada no meio da orelha) que não está bem "desenhada". Normalmente, a queixa inicial é dos pais e vai sendo da criança a medida que se aproxima a idade escolar. Esta deformidade tem um potencial de dano psicossocial importante pelas "brincadeiras" a que seus portadores podem ser submetidos.

Como se trata?

Como em toda a cirurgia estética a indicação de tratamento deve partir da vontade do próprio paciente, isto é, o tratamento das deformidades estéticas só deve ser feito por auto-indicação. O papel do cirurgião plástico é estabelecer se os anseios do paciente são reais, que tipo de tratamento é mais indicado para cada caso e mostrar que este é um tratamento médico, com todas as suas características (limitações, riscos). Apesar de na maioria das vezes serem crianças, a queixa dos pais, isoladamente, não é suficiente para indicar o tratamento. É indispensável algum indício de desconforto do paciente com a deformidade. Obviamente não devemos esperar que problemas de integração social tenham se instalado para indicarmos a correção. Geralmente este fato não ocorre antes dos 5-6 anos de idade. Apesar da cirurgia poder ser efetuada em crianças, o tratamento na idade adulta é também bastante comum.

Uma avaliação clínica e laboratorial pré-operatória é fundamental para estabelecer se o paciente está em boas condições para submeter-se a um procedimento anestésico e cirúrgico.

A otoplastia normalmente é realizada para aproximar a orelha da cabeça, corrigir a forma e o "desenho".

O tratamento cirúrgico é feito através de um corte internos na pele atrás da orelha. A pele é descolada da cartilagem e esta é tratada e fixada na nova posição com pontos internos. Os pontos internos não precisam ser removidos.

A anestesia pode ser local, local com um anestesista propiciando uma sedação, ou geral. A escolha do método de anestesia, sempre em comum acordo com o anestesista, levará em consideração o tamanho da cirurgia, as condições clínicas, psicológicas e a idade do paciente. Esta cirurgia é normalmente realizada em caráter ambulatorial (alta hospitalar algumas horas após a recuperação da anestesia).

O paciente fica com um curativo, gazes e atadura (como um capacete) por um a dois dias.

Os cuidados pós-operatórios variarão segundo a magnitude dos procedimentos efetuados. Sempre haverá um inchaço, maior nos primeiros 2 dias, que gradativamente vai diminuindo. Os pontos externos são retirados entre 6-8 dias e em geral este é o tempo suficiente para o paciente retornar às suas atividades sociais e laborais. É importante ressaltar que as alterações de cicatrização e acomodação dos tecidos em seu novo local seguem por mais algum tempo. Pelo menos três meses são necessários para se observar o resultado final do tratamento.





Publicidade/Advertisement

Publicidade/Advertisement


LEIA TAMBÉM

Cicatrização  Denomina-se cicatrização ao fenômeno pelo qual o organismo tende a reparar uma porção lesada.

Lipoaspiração  Consiste na introdução de uma cânula metálica no subcutâneo que ligada a um aparelho de fazer vácuo aspira quantidades de gordura.

Blefaroplastia - Cirurgia Plástica nas Pálpebras  A blefaroplastia é a cirurgia para correção de deformidades das pálpebras.

Rejuvenescimento Facial  A ação da força da gravidade é um dos fatores que causa envelhecimento, por exemplo: na queda das "bochechas", no "queixo duplo", no aspecto triste que a sobrancelha caída aparenta.

Rinoplastia - Cirurgia Plástica no Nariz  A rinoplastia é a cirurgia para correção de deformidades no nariz. Podem ser anomalias do crescimento, deformidades adquiridas por traumatismo ou outras doenças.

Traumatismo Facial  O traumatismo na região da face pode afetar tanto a pele, gordura, músculos, nervos, como fraturar os ossos. Nos casos mais graves pode estar associado a dano cerebral.

Abdominoplastia  A abdominoplastia visa a correção funcional e estética da parede abdominal. Dependendo do tipo de anormalidade, pode ser necessária a correção dos elementos profundos, musculares, ou os da superfície, com a retirada dos excessos gordurosos.

Cirurgia Plástica de Queixo (Mentoplastia)  A mentoplastia é a cirurgia para correção de deformidades no mento ou queixo. Podem ser anomalias do crescimento, deformidades adquiridas por traumatismos ou outras doenças.

Dor de Ouvido  Pode ser causada por doenças no próprio ouvido (causa otológica) ou por doenças e/ou distúrbios em outras estruturas orgânicas próximas ou mais distantes do ouvido (causa não otológica).

Otite Externa  A otite externa é uma infecção na pele do canal do ouvido causada por vários tipos de germes ou fungos.







Autor

Título: Otoplastia - Cirurgia Plástica nas Orelhas

Link : | Data de Publicação : 01/11/2001 - Revisão : 30/10/2008 (Equipe ABC da Saúde) - Acesso : 24/10/2014 - Código do Conteúdo : Artigo 315 | Palavras-Chave : Otoplastia - Cirurgia Plástica nas Orelhas - Cirurgia Plástica - Orelha de Abano , Cirurgia da Orelha de Abano , Cirurgia da Orelha





Aviso Legal

Proibida a reprodução integral ou parcial, para uso comercial, editorial ou republicação na internet, sem autorização mesmo que citada a fonte - (Inciso I do Artigo 29 - Lei 9.610/98). Permitido o uso para trabalhos escolares, sem autorização prévia, desde que não sejam republicados na internet. Os anúncios publicitários são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos anunciantes, não constituindo qualquer forma de indicação ou de interferência no conteúdo editorial. Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas através do site ABC DA SAUDE, o qual tem por objetivo a informação, divulgação e educação acerca de temas médicos, e cujos artigos expressam tão somente o ponto de vista dos seus respectivos autores. Tais informações não deverão, de forma alguma, ser utilizadas como substituto para o diagnóstico médico ou tratamento de qualquer doença sem antes consultar um médico.
Política Editorial : http://www.abcdasaude.com.br/sobre
© Copyright 2001-2014 - ABC da Saúde Informações Médicas Ltda. - Proibida a reprodução sem autorização - Todos os direitos reservados.


Publicidade/Advertisement

Publicidade/Advertisement


Publicidade/Advertisement


Notícias




Destaques