CELULITE

É reconhecida com facilidade. É crônica e não tem cura. É uma afecção benigna. Ocorre em mulheres magras e gordas. É uma das patologias mais comuns no sexo feminino.

Afeta 95% das mulheres, comprometendo coxas e nádegas, sendo considerada antiestética com pluralidade etiopatogênica (referente à causa/evolução das doenças) e ainda:

alterações hormonais (estrógeno)
alterações de microcirculação
alterações metabólicas
imunológicas
predisposição genética.

Fatores Agravantes

Alimentação inadequada
Sedentarismo
Transtornos ortopédicos
Lordose exagerada
Disfunção hepática
Disfunção gastrointestinal
Bebidas alcoólicas
Pílulas anticoncepcionais
Cigarro
Obesidade
Excesso de sal
Estresse

Curiosidades

Temperatura corporal é mais fria onde há celulite.
Com a gravidez, há uma piora da celulite.
A celulite piora antes da mestruação.
A celulite grau III e IV é dolorida.

Estudos anato-patológicos realizados no local com celulite constataram o seguinte:

Pele de Laranja: corresponde aos poros foliculares pilosos cercados por zonas edematizadas. Essa zona deprimida é a pele normal ( covinhas), zona elevada que está alterada.
Pele acolchoada (capitonné): a superfície está " coberta" por " covinhas" cercadas por zonas elevadas, apresentando um aspecto de lóbulos ou cordões de consistência suave.
Roupa Apertada - Não provoca celulite . Quando existe celulite, a roupa apertada comprime os vasos, prejudicando a circulação na região e piorando a celulite.
Não confundir celulite com gordura localizada ? As duas alteram o visual do corpo na barriga, culotes, abdome, nádegas e parte interna do joelho. Com diz o nome, gordura localizada , pois é um aumento do tecido adiposo e a celulite é uma alteração crônica no funcionamento das células de gorduras, envolvendo outros mecanismos supracitados.
A celulite é classificada por graus, que vão de 1 a 4 - Quando tratada no início dos sinais, poderá responder muito bem ao tratamento.

Tratamento

Inicialmente, deve-se fazer uma avaliação clínica detalhada, para se poder optar pelo método de tratamento mais adequado:

Mesoterapia:

procedimento médico pelo qual é injetado se injeta um fármaco (substância em pequenas doses, com agulhas muito curtas, nos locais onde se deseja tratar. Drenagem Linfática: é uma massagem leve e estimuladora dos vasos linfáticos, provocando a desintoxicação.
A drenagem linfática pode ser manual ou por aparelhos (endermologia,dermotonia). Subincisão: é um método cirúrgico sob anestesia local, realizado com o auxílio de uma agulha especial.

Ultra-som:

são vibrações sonoras que ajudam a eliminar a gordura. laser: específico para tratamento de celulite
eletroporação: tratamento não-injetável, que permite a penetração de medicação em camadas profundas da pele, sem dor, e com excelentes resultados.

Existem determinados exercícios que ajudam a melhorar a celulite, enquanto a falta de exercícios não responde bem ao tratamento.

Recomendações

Tomar líquidos (água, sucos,) - ajudam no tratamento da celulite.
Cremes para celulite melhoram em até 10%, mas devem ser aplicados diariamente.
A celulite não melhora em camas ginásticas passivas.
refrigerante diet não causa celulite.
A lipoaspiração não elimina a celulite.
A dieta balanceada é fundamental para se obter um bom resultado







Publicidade/Advertisement

Publicidade/Advertisement


LEIA TAMBÉM

Estrias  As estrias ocorrem por hiper extensibilidade da pele devido ao aumento de peso, por exercícios físicos, aumento da massa muscular, gravidez, medicamentos, alterações hormonais. .

Toxina Botulínica Tipo A em Estética  A ação da toxina se dá pelo bloqueio de liberação da acetilcolina na junção neuromuscular, desencadeando todo um processo de inatividade muscular, ou seja, relaxa temporariamente o músculo que causa a ruga de expressão.

ABC da Alimentação Saudável  Uma alimentação, quando adequada e variada, previne deficiências nutricionais, e protege contra doenças infecciosas, porque é rica em nutrientes que podem melhorar as defesas do organismo

Fotoproteção  Os filtros solares são substâncias destinadas a proteger a pele do sol (das radiações ultravioletas A e B). A curto prazo, eles protegem a pele de queimaduras e alergias solares e, a longo prazo, de envelhecimento e câncer de pele.

Verrugas  É um tumor benigno causado por vírus (HPV) Pappilomavirus humano, vírus este que pode causar também tumores malignos no colo do útero ou no pênis, segundo o sorotipo

Micoses Superficiais  Micoses superficiais são doenças provocadas por fungos, os quais são limitados à pele, aos pêlos, as unhas e às mucosas.

Câncer de Mama  Ocorre quando as células deste órgão passam a se dividir e se reproduzir muito rápido e de forma desordenada

Câncer de Colo do Útero  É o câncer mais comum entre as mulheres no Brasil, correspondendo a, aproximadamente, 24% de todos os cânceres

Câncer de Vagina  Representa aproximadamente 1% dos tumores ginecológicos. Os tipos que ocorrem são tumores escamosos, adenocarcinoma, melanoma, sarcoma.

Entendendo Melhor O Estresse (Stress)  Indivíduos das mais diferentes espécies estão sob constante ameaça, produzida por pressões do meio em que vivem.







Autor

Título: Celulite

Link : | Data de Publicação : 27/03/2009 - Revisão : 01/10/2014 por Equipe ABC da Saúde - Acesso : 23/11/2014 - Código do Conteúdo : Artigo 692 | Palavras-Chave : Celulite - Dermatologia - afecção benigna , coxas , nádegas , antiestética , alterações hormonais , estrógeno , Sedentarismo , Pílulas anticoncepcionais , Cigarro , Excesso de sal , Estresse , graus de celulite , Pele de Laranja , Pele acolchoada , Mesoterapia , Ultra-som .





Aviso Legal

Proibida a reprodução integral ou parcial, para uso comercial, editorial ou republicação na internet, sem autorização mesmo que citada a fonte - (Inciso I do Artigo 29 - Lei 9.610/98). Permitido o uso para trabalhos escolares, sem autorização prévia, desde que não sejam republicados na internet. Os anúncios publicitários são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos anunciantes, não constituindo qualquer forma de indicação ou de interferência no conteúdo editorial. Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas através do site ABC DA SAUDE, o qual tem por objetivo a informação, divulgação e educação acerca de temas médicos, e cujos artigos expressam tão somente o ponto de vista dos seus respectivos autores. Tais informações não deverão, de forma alguma, ser utilizadas como substituto para o diagnóstico médico ou tratamento de qualquer doença sem antes consultar um médico.
Política Editorial : http://www.abcdasaude.com.br/sobre
© Copyright 2001-2014 - ABC da Saúde Informações Médicas Ltda. - Proibida a reprodução sem autorização - Todos os direitos reservados.


Publicidade/Advertisement

Publicidade/Advertisement


Publicidade/Advertisement


Notícias




Destaques