AMENORRÉIA SECUNDÁRIA

O que é?

Amenorréia secundária é a ausência de menstruação por um período maior do que 3 meses em mulher que anteriormente já apresentou ciclos menstruais.

Em pacientes que já apresentaram menstruações muitas vezes não é necessário aguardar 3 meses para que se realize a investigação e/ou tratamento da amenorréia. A maioria das mulheres procura o seu médico quando a menstruação atrasa alguns poucos dias. A investigação do atraso menstrual e da amenorréia secundária é semelhante.

Em mulheres com vida sexual ativa e em idade reprodutiva a causa mais comum de amenorréia (e de atraso menstrual) é a gravidez.

Como se desenvolve e quais são as causas?

Diversas podem ser as causas para o desenvolvimento de uma amenorréia secundária:

Gravidez – deve sempre ser pesquisada
uso de medicações
falência ovariana (menopausa precoce: antes dos 40 anos)
doenças clínicas associadas
alterações importantes do peso (anorexia nervosa, obesidade)
tumores do sistema nervoso central
síndrome dos ovários policísticos
fatores relacionados ao útero (histerectomia, sinéquias uterinas)

Como o médico faz o diagnóstico?

Através de investigação, de exame clínico e exames complementares.

Investigação

A história clínica detalhada da paciente com atraso menstrual ou amenorréia é a parte da investigação que traz maiores subsídios ao médico.

Deve-se lembrar sempre questões como:

sintomas associados a deficiência de estrogênio (calorões, dor nas relações),
sintomas comuns da gestação inicial (aumento da freqüência urinária, sono, fome, dor nos seios),
uso de drogas,
método anticoncepcional utilizado pela paciente,
antecedentes pessoais de infecções,
abortamentos,
curetagens,
cirurgias,
cefaléia,
saída de secreção mamilar tipo leite,
estilo de vida da mulher (esportista, estressada, deprimida),
doenças clínicas associadas.

Exame físico

O exame clínico e ginecológico da paciente com amenorréia ou atraso menstrual deve ser sempre completo, ocasião em que deve ser observado se há secreção mamária, qual o aspecto da genitália e o tamanho do útero.

Exames complementares

O seu médico, após realizar a anamnese (história clínica) e os exames clínico e ginecológico, avaliará quais os exames que necessitam ser solicitados.

Para excluir gestação: teste de gravidez (urina ou sangue) , ecografia transvaginal
Exames hormonais (prolactina, FSH, LH, dosagem de androgênios)
Exames de imagem (ecografia, tomografia do sistema nervoso central)

Como se trata?

O tratamento da amenorréia secundária e do atraso menstrual é variável de acordo com a causa identificada. As causas mais graves são menos comuns e os tratamentos são específicos, orientados para solucionar a origem do problema.

Nas causas mais freqüentes e menos graves, o tratamento geralmente vai ao encontro do desejo da paciente, por exemplo, se a paciente deseja engravidar ou se a paciente deseja anticoncepção, os tratamentos serão completamente diferentes.

O SEU GINECOLOGISTA DEVE ESTAR APTO A LHE INDICAR A MELHOR FORMA DE TRATAMENTO PARA O SEU CASO.





Publicidade/Advertisement

Publicidade/Advertisement


LEIA TAMBÉM

Amenorreia Primária  Amenorréia primária é a ausência de menstruação em uma menina de 14 anos que não apresenta ainda desenvolvimento de caracteres sexuais secundários

TPM - Tensão Pré-Menstrual  É um conjunto de sintomas físicos e comportamentais que ocorrem na segunda metade do ciclo menstrual podendo ser tão severos que interfiram significativamente na vida da mulher.

Dismenorreia (Cólica Menstrual)  Menstruação dolorosa, cólica menstrual ou dismenorréia é a dor pélvica (baixo ventre) que ocorre antes ou durante o período menstrual, de modo cíclico.

Endometriose  Endometriose é uma doença caracterizada pela presença de tecido endometrial (tecido que reveste o útero internamente) fora da cavidade uterina.

Anticoncepção - Métodos Hormonais  É o método mais difundido e usado no mundo. As pílulas são consideradas um método reversível muito eficaz e o mais efetivo dos métodos reversíveis dentre as medidas medicamentosas.

Fertilidade & Infertilidade - Anatomia  Os princípios básicos de uma reprodução bem sucedida estão no desenvolvimento dos gametas (óvulos e espermatozóides), na capacidade deles se encontrarem, permitindo assim, que ocorra a fertilização.

Ovários Policísticos  Pacientes com síndrome dos ovários policísticos têm, de modo característico, ciclos menstruais irregulares (amenorréia ou oligomenorréia).

Candidíase e Vaginose  A prevenção salienta a correta higiene e o uso de roupas íntimas de algodão, evitando calor e umidade na área genital.

Cistos de Ovário  São freqüentemente encontrados em mulheres em idade reprodutiva. As mulheres mais propensas a formação de cistos são aquelas com idade entre os 20 e 35 anos, as portadoras de endometriose ou com doença inflamatória pélvica

Miomatose Uterina  Miomas uterinos, também conhecidos por fibromas, são tumores benignos do útero. Compostos de tecido muscular, são as massas uterinas mais comuns e freqüentes, sendo sua incidência de 25% ao redor dos 35 anos.







Autor

Título: Amenorreia Secundária

Link :
Data de Publicação : 01/11/2001 - Revisão : 05/01/2010 - Acesso : 23/08/2014 - Código do Conteúdo : Artigo 22
Palavras-Chave : Amenorreia Secundária - Ginecologia e Obstetrícia - Ausência de Menstruação , Parar de Menstruar , Falta de Menstruação





Aviso Legal

Proibida a reprodução integral ou parcial, para uso comercial, editorial ou republicação na internet, sem autorização mesmo que citada a fonte - (Inciso I do Artigo 29 - Lei 9.610/98). Permitido o uso para trabalhos escolares, sem autorização prévia, desde que não sejam republicados na internet. Os anúncios publicitários são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos anunciantes, não constituindo qualquer forma de indicação ou de interferência no conteúdo editorial. Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas através do site ABC DA SAUDE, o qual tem por objetivo a informação, divulgação e educação acerca de temas médicos, e cujos artigos expressam tão somente o ponto de vista dos seus respectivos autores. Tais informações não deverão, de forma alguma, ser utilizadas como substituto para o diagnóstico médico ou tratamento de qualquer doença sem antes consultar um médico.
Política Editorial : http://www.abcdasaude.com.br/sobre
© Copyright 2001-2014 - ABC da Saúde Informações Médicas Ltda. - Proibida a reprodução sem autorização - Todos os direitos reservados.


Publicidade/Advertisement

Publicidade/Advertisement


Publicidade/Advertisement


Notícias




Destaques