DOENÇA RENAL CRÔNICA

A Doença Renal Crônica (DRC) consiste em lesão renal e geralmente perda progressiva e irreversível da função dos rins. Atualmente ela é definida pela presença de algum tipo de lesão renal mantida há pelo menos 3 meses com ou sem redução da função de filtração. Ela é classificada em estágios de acordo com a evolução conforme o quadro abaixo:

Estágio Descrição Filtração Glomerular (FG)
0 Risco de doença renal HAS, Diabetes, Familiar c/DRC > 90 mL/min
1 Lesão renal > 90 mL/min
2 Lesão renal, leve FG 60 - 89 mL/min
3 Moderada FG 30 - 59 mL/min
4 Avançada FG 15 - 29 mL/min
5 Falência renal < 15 mL/min
diálise ou transplante


É conhecido atualmente que cerca de um em cada 10 adultos é portador de doença renal crônica. A maioria destas pessoas não sabe que tem esta doença porque ela não costuma ocasionar sintomas, a não ser em fases muito avançadas. Em muitos casos o diagnóstico precoce e o tratamento da doença nas suas fases iniciais podem ajudar a prevenir que a doença progrida para fases mais avançadas (inclusive com a necessidade de tratamento com hemodiálise ou transplante de rim). Como a doença renal muitas vezes está associada com diabetes, pressão alta e doenças do coração, o seu tratamento também ajuda a evitar outras complicações como infarto do miocárdio, insuficiência cardíaca e derrames. Por isso, é importante saber algumas coisas a respeito da doença renal e saber como preveni-la e detectá-la.

Os rins são os principais órgãos responsáveis pela eliminação de toxinas e substâncias, que não são mais importantes para o organismo. Eles também são fundamentais para manter os líquidos e sais do corpo em níveis adequados. Alem disso eles ajudam produzindo alguns hormônios e participam no controle da pressão arterial. Por isso, doenças nos rins e a sua perda de função levam a uma série de problemas como:

Pressão alta
Doenças no coração
Anemia
Inchume
Alterações em ossos e nervos.

As pessoas com maior risco de ter doenças nos rins são aquelas que tem:

Diabetes
Pressão alta
Pessoas com doença renal na família
Idosos
Pessoas com doenças cardiovasculares.

Apesar da doença renal não ocasionar muitos sintomas, é importante conhecer alguns sintomas que podem estar relacionados à doença renal:

Fraqueza
Cansaço
Inchaço em rosto, pés ou pernas
Dificuldades para urinar
Urina com espuma
Urina com alterações na sua cor (escura ou avermelhada)
Aumento ou diminuição da quantidade de urina.

As principais causas de doença renal crônica são:

Hipertensão (pressão alta)
Diabetes
Glomerulonefrites
Doenças hereditárias como a Doença Policística
Obstruções (pedras nos rins, tumores)
Infecções nos rins

Como se Previne?

O mais importante a saber é que a doença renal e todas estas complicações mencionadas acima podem ser facilmente identificadas e o seu tratamento pode evitá-las.

Algumas medidas simples são capazes de detectar se você tem doença renal ou se tem maior risco de ser portador da mesma. Basta medir a pressão arterial e pedir ao seu médico para fazer um exame de urina, e a dosagem no sangue da creatinina. O exame de urina pode mostrar a presença de proteína, cuja presença continuada pode indicar uma lesão renal em fase inicial. A creatinina é uma substância do sangue que é filtrada pelos rins, por isso o seu aumento no sangue significa que há uma diminuição da função dos seus rins. Com a dosagem da creatinina no sangue o seu médico pode, através de fórmulas simples, calcular a filtração glomerular, verificar se você tem Doença Renal Crônica e em que estágio ela se encontra. Outra lembrança importante é que a doença renal em suas fases iniciais tem um tratamento simples e eficaz, principalmente a base de dieta, medicações para tratamento de pressão alta e diabetes, quando estas doenças estiverem presentes e remédios para reduzir a eliminação de proteínas pelos rins.

Em resumo, a doença renal crônica é comum, pode ser uma ameaça para a sua saúde, é fácil de identificar e tem um tratamento eficaz. Caso você tenha dúvidas não hesite em procurar o seu médico para obter mais informações e fazer uma revisão de saúde.

Abaixo, você pode fazer um teste bastante simples que vai dizer qual o risco de você ter doença renal.

Você tem doença renal? Faça este teste e saiba seu escore.

Descubra se você pode ter doença renal crônica agora. Cheque cada uma das afirmações que for verdadeira para você. Se uma afirmação é falsa ou você não tem certeza, coloque zero. Então some todos os pontos.

Idade Resposta Pontos
Entre 50 e 59 anos Sim 2
Entre 60 e 69 anos Sim 3
Mais que 70 anos Sim 4
Sou mulher Sim 1
Tive/tenho anemia Sim 1
Tenho pressão arterial alta Sim 1
Sou diabético Sim 1
Tive um ataque cardíaco ou derrame Sim 1
Tive/tenho insuficiência cardíaca . Sim 1
Tenho doenças circulatórias nas pernas Sim 1
Tenho proteína na urina Sim 1
Total

Se você marcou 4 ou mais pontos:

Você tem 20% de chances de ter doença renal crônica. Na sua próxima visita ao médico, uma amostra de seu sangue deve ser coletada para a dosagem de creatinina. Somente um profissional de saúde pode determinar com certeza se você tem doença renal.

Se você marcou de 0 a 3 pontos:

Você provavelmente não tem doença renal agora, mas pelo menos uma vez ao ano você deve procurar seu médico para fazer uma revisão de saúde. 

Recomendações que as pessoas com Doença Renal Crônica devem seguir:

Manter a pressão arterial controlada
Reduzir a ingestão de sal
Reduzir o potássio
Manter os níveis de glicose sob controle, se diabético
Evitar o uso de antiinflamatórios
Moderar o consumo de proteína animal (carnes, ovos e leites e derivados).

Fonte: ARCH INTERN MED, vol. 167, 26/02/2007, p. 378. – SCREENING FOR OCCULT RENAL DISEASE (SCORED)





Publicidade/Advertisement

Publicidade/Advertisement


LEIA TAMBÉM

Introdução às Doenças Renais  A urina é formada pela eliminação da água desnecessária, dos sais e outros produtos que não devem ser acumulados no nosso sangue.

Insuficiência Renal  É um diagnóstico que expressa uma perda maior ou menor da função renal. Qualquer desvio funcional, de qualquer uma das funções renais, caracteriza um estado de insuficiência renal.

Insuficiência Renal Aguda  A insuficiência renal aguda deve ser evitada para que as lesões renais não se tornem irreversíveis.

Cólica Renal  É uma dor aguda, intensa, oscilante (vai e vem) proveniente do aparelho urinário superior (rim). É uma das dores mais atrozes da medicina e geralmente causada por pedras (cálculos) no rim ou no ureter. A pedra causa obstrução da urina que vem do rim, dilatando-o.

Orientações para Pacientes com Insuficiência Renal  Infelizmente, uma em cada 5.000 pessoas adoece dos rins por motivos diversos. Quando o rim adoece, ele não consegue realizar as tarefas para as quais foi programado, tornando-se insuficiente.

Transplante Renal  O transplante é a substituição dos rins doentes por um rim saudável de um doador. É o método mais efetivo e de menor custo para a reabilitação de um paciente com insuficiência renal crônica terminal.

Insuficiência Renal Crônica  É o resultado das lesões renais irreversíveis e progressivas provocadas por doenças que tornam o rim incapaz de realizar as suas funções

Cálculos Renais  O depósito organizado de sais minerais nos rins ou em qualquer parte do aparelho urinário é o que se chama de cálculo urinário.

Quando Procurar um Nefrologista  Nefrologia - É a área da medicina que estuda e pesquisa o funcionamento dos rins e as doenças renais.

Rim e Diabete Melito  A doença renal no diabético se inicia pelo descontrole crônico da glicemia. A hiperglicemia exagerada ultrapassa a capacidade do rim de poupar glicose, permitindo perdê-la pela urina.







Autor

Título: Doença Renal Crônica

Link :
Data de Publicação : 30/09/2008 - Revisão : 05/01/2010 - Acesso : 02/09/2014 - Código do Conteúdo : Artigo 268
Palavras-Chave : Doença Renal Crônica - Nefrologia - Insuficiência Renal , Deficiência Renal , Uremia , Doença Renal Final





Aviso Legal

Proibida a reprodução integral ou parcial, para uso comercial, editorial ou republicação na internet, sem autorização mesmo que citada a fonte - (Inciso I do Artigo 29 - Lei 9.610/98). Permitido o uso para trabalhos escolares, sem autorização prévia, desde que não sejam republicados na internet. Os anúncios publicitários são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos anunciantes, não constituindo qualquer forma de indicação ou de interferência no conteúdo editorial. Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas através do site ABC DA SAUDE, o qual tem por objetivo a informação, divulgação e educação acerca de temas médicos, e cujos artigos expressam tão somente o ponto de vista dos seus respectivos autores. Tais informações não deverão, de forma alguma, ser utilizadas como substituto para o diagnóstico médico ou tratamento de qualquer doença sem antes consultar um médico.
Política Editorial : http://www.abcdasaude.com.br/sobre
© Copyright 2001-2014 - ABC da Saúde Informações Médicas Ltda. - Proibida a reprodução sem autorização - Todos os direitos reservados.


Publicidade/Advertisement

Publicidade/Advertisement


Publicidade/Advertisement


Notícias




Destaques