Implantes Dentais Osseointegrados

MARTIN BECHSTEDT

Na década de 60 o prof. Branemark trabalhando com materiais à base de titânio, notou que o organismo aceitava a presença deste mesmo titânio em sua proximidade gerando uma adesão ao metal de maneira muito íntima, dando inicio a chamada era da osseointegração na implantodontia.

O que é um implante?

Consiste em um cilindro de titânio que se comporta como uma raiz dentária artificial. Apresenta rosca interna e externa. A externa é para aumentar a área de integração com o osso e a interna para suportar a futura prótese.

Qualquer pessoa pode fazer implante?

Os implantes dentários apresentam algumas limitações, tais como idade, anatomia e condições orgânicas do paciente. Idade: um implante só pode ser instalado em um paciente que apresente desenvolvimento esqueletal completo. Nos homens à partir dos 18 anos e nas mulheres a idade mínima é por volta dos 17 anos. Quanto aos idosos desde que o paciente apresente boas condições orgânicas não existe contra-indicação. Anatomia: as melhores indicações são as regiões anteriores de pré-molar a pré-molar na maxila e na mandíbula. Regiões mais posteriores sofrem restrições por apresentarem acidentes anatômicos que atrapalham a instalação de um implante, nesses casos se não há altura e ou largura óssea suficiente, faz-se enxerto ósseo para posteriormente instalar o implante. Condições Orgânicas: o paciente deve apresentar condições orgânicas normais.

A cirurgia do implante é complicada? Dói?

Não !!! Simplesmente é uma cirurgia delicada. Delicada para o Cirurgião, não para o paciente. É executada sob anestesia dentária local.

Quanto tempo dura o tratamento?

A osseointegração leva de 4 a 6 meses para se concretizar. Durante este período o paciente usará uma prótese estética e depois monta-se sobre a raiz de titânio um dente que restabelecerá a estética e a função, muito semelhante ao dente natural.

Onde estão indicados os implantes?

Na substituição de dentes unitários ou de grupos de dentes. Inclusive é indicado nos casos de dentaduras superiores e inferiores, onde se usa implantes para reter e estabilizar estas próteses.

Conclue-se que, com os implantes, a missão reabilitadora da Odontologia está plenamente consagrada e comprovada, tornando pacientes satisfeitos, com sua confiança e auto-estima elevada, possibilitando a sua completa integração em ambiente exigente e cada vez mais competitivo.





Publicidade/Advertisement

Publicidade/Advertisement


LEIA TAMBÉM

Instalação de Implantes Dentários Sem Cortes na Gengiva  Implantes dentários já podem ser instalados de uma forma menos traumática e com menor risco possível ao paciente. A cirurgia guiada é realizada, primeiramente, no computador a partir de uma tomografia tridimensional da arcada dentária do paciente.

Mini Implante de Ancoragem Ortodôntica  O titânio é um material que reúne quase todas as características biológicas indispensáveis para a biossegurança aos tecidos moles e duros do complexo maxilofacial.

Ausência de Um Dente  Quando um dente é perdido, a integridade estrutural de toda a cavidade bucal é afetada, tanto pelo ponto de vista funcional como estético. A migração dos dentes adjacentes (vizinhos) e opostos é possível.

A Importância das Restaurações Após o Término dos Tratamentos de Canal  Um dos exemplos desta afirmação é devido às situações das contaminações bacterianas existentes no meio bucal pela sua condição especial de se tratar de um local úmido e com milhares de espécies de bactérias.

Dentes Tortos, Correção Com e Sem Extrações  Em alguns casos, para que se consigam os melhores resultados, tanto estéticos quanto funcionais, é necessário extrair dentes. Não é certo generalizar, tanto para o lado das extrações quanto para não extrações. Cada caso é um caso e isto é sempre avaliado com extremo critério pelo especialista em ortodontia.

Respiração, Os Dentes e a Face  Atualmente, os problemas respiratórios na infância estão cada vez mais freqüentes, porém pouca gente sabe, da relação desses problemas, principalmente nas crianças que respiram constantemente pela boca, com os problemas ortodônticos, a maloclusão dentária.

Correção Cirúrgica da Face e Dentes  A cirurgia ortognática é o tratamento para pacientes que possuem deformidades envolvendo o esqueleto facial e os dentes.

Tumores Odontogênicos: A Importância do Diagnóstico Precoce  Os tumores odontogênicos, também chamados de mixomas ou neoplasias bucais são lesões derivadas dos remanescentes celulares que se originam durante a formação e erupcionamento (“nascimento”) dentários, não devendo ser confundidos com neoplasias malignas, do tipo câncer.

Dentes Tortos  A Ortodontia, ramo da odontologia que se dedica à correção da oclusão dentária (maneira como os dentes fecham,ocluem os de cima com os de baixo) e dos dentes tortos, alcançou tamanho desenvolvimento técnico, nos últimos anos, que permite ao especialista a realização de tratamentos eficientes com excelentes resultados, tanto estéticos quanto funcionais.

Clareamento Dentário  O clareamento dentário é uma técnica que se tornou muito popular nos últimos anos devido ao apelo estético por dentes brancos e bem alinhados. O fato que as pessoas desconhecem é que o clareamento é utilizado pelos dentistas há mais de cem anos.

Publicidade/Advertisement

Publicidade/Advertisement








Autor

Título: Implantes Dentais Osseointegrados

Link :
Data de Publicação : 01/11/2001 - Revisão : 05/01/2010 - Acesso : 22/07/2014 - Código do Conteúdo : Artigo 3043
Palavras-Chave : Implantes Dentais Osseointegrados - Odontologia - implantes dentários , idade, anatomia , condições orgânicas , osseointegração , estética, função , raiz de titânio , confiança , auto-estima .





Aviso Legal

Proibida a reprodução integral ou parcial, para uso comercial, editorial ou republicação na internet, sem autorização mesmo que citada a fonte - (Inciso I do Artigo 29 - Lei 9.610/98). Permitido o uso para trabalhos escolares, sem autorização prévia, desde que não sejam republicados na internet. Os anúncios publicitários são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos anunciantes, não constituindo qualquer forma de indicação ou de interferência no conteúdo editorial. Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas através do site ABC DA SAUDE, o qual tem por objetivo a informação, divulgação e educação acerca de temas médicos, e cujos artigos expressam tão somente o ponto de vista dos seus respectivos autores. Tais informações não deverão, de forma alguma, ser utilizadas como substituto para o diagnóstico médico ou tratamento de qualquer doença sem antes consultar um médico.
Política Editorial : http://www.abcdasaude.com.br/sobre
© Copyright 2001-2014 - ABC da Saúde Informações Médicas Ltda. - Proibida a reprodução sem autorização - Todos os direitos reservados.


Publicidade/Advertisement

Publicidade/Advertisement


Publicidade/Advertisement


Notícias




Destaques