DOR DE GARGANTA

O que é ?

As causas de dor na garganta são as mais variadas.

As amígdalas (palatinas) e as adenóides (amígdalas faríngeas) são estruturas que possuem função de proteção aos tecidos, assim como os linfonodos. Posicionadas estrategicamente nas entradas do tubo digestivo e respiratório, ”combatem” simples bactérias e vírus que entram pelo nariz ou pela boca. Resultam em uma reação inflamatória inicial das amígdalas para que o sistema imunológico produza anticorpos (crie anticorpos e marcadores) contra futuras infecções.

Algumas vezes, o germe responsável não é localizado nas amígdalas, mas pode se estender a outros órgãos, principalmente os rins e o coração.

Tendo em vista que as infecções são freqüentes em crianças (que “conhecem” susbtâncias novas todos os dias), observa-se que o costumeiro inchaço das amígdalas pode bloqueiar a passagem da respiração ou na ventilação das tubas auditivas com conseqüentes otites médias no comum aumento das adenóides, podendo levar essas crianças à necessidade de remoção desses tecidos (adeno-amigdalectomias) .

Esses tecidos linfóides (amígdalas e adenóides) não são os únicos com essa função imunitária nesta região, pois existem "cordões" linfáticos por toda a faringe, não comprometendo a imunidade do indivíduo a eventual cirurgia de remoção destas estruturas anatômicas (adeno-amigdalectomias)!

Como ocorrem e como tratar?

Infecções bacterianas causam, em sua maioria, amigdalites ou faringites.

Ao exame encontramos:
 

aumento de volume das mesmas,
vermelhidão
eventuais placas esbranquiçadas
verdadeiras úlceras na superfície destas amígdalas.

Devemos coletar material para exame bacteriológico com orientação do melhor antibiótico para aquela doença (tratamento ideal). Caso o paciente esteja muito debilitado (prostrado), devemos solicitar um hemograma para avaliarmos a repercussão da doença no organismo.

Os antibióticos devem ser administrados por, no mínimo, 7 dias; porém os sintomas diminuem em 2 ou 3 dias.

Viroses podem infectar a garganta, mas em geral não possuem capacidade para formar placas brancas e secreções purulentas nas amígdalas.

A mononucleose é a virose que se manifesta na garganta com a maior repercussão sistêmica. Podemos encontrar muitos linfonodos cervicais, dificuldade para deglutir, dores em todo o corpo, prostração e o hemograma se apresenta alterado com predominância de linfócitos (atípicos).

O tratamento de escolha é o repouso e a observação de complicações como por exemplo, hepatite.

A obstrução nasal faz com que as pessoas respirem pela boca. Ao respirarem por ela, não aquecem, não filtram e nem umidificam o ar que colide diretamente com as paredes da garganta gerando “dor de garganta”.

O refluxo gastroesofágico faríngeo "queima" quimicamente a garganta com ácido clorídrico(produzido normalmente no estômago). As bebidas alcoólicas (principalmente as destiladas) também contribuem para desconfortos nessa região.

O fumo, o chá, o chimarrão, o café e outras bebidas quentes também agridem essa região se mantiverem temperaturas superiores à 75 °C.

A poluição é responsável por inúmeros problemas de difícil diagnóstico (e difícil manejo terapêutico, por não ser possível afastar as causas do problema)!

Perguntas que você pode fazer ao seu médico

Por que apresento faringites ou amigdalites freqüentes?

O que devo fazer primeiro quando tenho uma amigdalite?

Posso beber bebidas geladas quando tenho ardência na garganta?





Publicidade/Advertisement

Publicidade/Advertisement


LEIA TAMBÉM

Febre Reumática  A febre reumática é considerada uma complicação tardia de uma infecção por uma bactéria chamada de estreptococo.

Gripe  É uma infecção respiratória causada pelo vírus Influenza. Ela pode afetar milhões de pessoas a cada ano.

Resfriado  É uma infecção simples do trato respiratório superior - acomete o nariz e a garganta, durando de poucos dias a poucas semanas (usualmente, menos de duas semanas).

Febre  É a elevação da temperatura do corpo acima dos valores normais para o indivíduo. São aceitas como indicadores de febre as temperaturas: retal acima de 38º C e Axilar ou oral acima de 37,5º C.

Abscesso Periamigdaliano  Algumas vezes, amigdalites de origem bacteriana (principalmente as tratadas de forma empírica, com antibióticos inadequados) se estendem profundamente, formando uma cavidade com secreção purulenta (abscesso) nos tecidos ao redor da amígdala.

Reumatismo  Muitos pensam em reumatismo quando sentem dores ao longo dos músculos e tendões (os pacientes freqüentemente mostram tendões e os identificam como nervos). Outros, referem-se às doenças articulares. Todos estão certos, mas falta muito mais...Sob a denominação reumatismo estão mais de 100 doenças diferentes.

Pericardites  Quando o pericárdio está inflamado ou infectado dizemos haver uma pericardite que pode ser um dos tipos de pericardite descritos

Caxumba, Parotidite Infecciosa  É uma doença infecciosa sistêmica, causada por um vírus da família Paramyxoviridae do gênero Rubulavirus que se caracteriza pela infecção de uma ou mais glândula salivares mais comumente a parótida.

Mononucleose Infecciosa (Pediatria)  Doença infecciosa, bastante contagiosa causada por um vírus chamado Epstein-Barr. As manifestações mais típicas são: amigdalite, aumento de tamanho dos gânglios do pescoço e submandibulares.

Mononucleose Infecciosa (Medicina Interna)  Normal e mais freqüentemente a infecção é adquirida pelo contato de saliva contaminada pelo vírus com a mucosa da boca e da garganta de pessoa que não teve contato anterior com este germe.







Autor

Título: Dor de Garganta

Link : | Data de Publicação : 01/11/2001 - Revisão : 30/10/2008 (Equipe ABC da Saúde) - Acesso : 26/10/2014 - Código do Conteúdo : Artigo 161 | Palavras-Chave : Dor de Garganta - Otorrinolaringologia - Amigdalite , Ardência na Garganta , Dor de Garganta





Aviso Legal

Proibida a reprodução integral ou parcial, para uso comercial, editorial ou republicação na internet, sem autorização mesmo que citada a fonte - (Inciso I do Artigo 29 - Lei 9.610/98). Permitido o uso para trabalhos escolares, sem autorização prévia, desde que não sejam republicados na internet. Os anúncios publicitários são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos anunciantes, não constituindo qualquer forma de indicação ou de interferência no conteúdo editorial. Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas através do site ABC DA SAUDE, o qual tem por objetivo a informação, divulgação e educação acerca de temas médicos, e cujos artigos expressam tão somente o ponto de vista dos seus respectivos autores. Tais informações não deverão, de forma alguma, ser utilizadas como substituto para o diagnóstico médico ou tratamento de qualquer doença sem antes consultar um médico.
Política Editorial : http://www.abcdasaude.com.br/sobre
© Copyright 2001-2014 - ABC da Saúde Informações Médicas Ltda. - Proibida a reprodução sem autorização - Todos os direitos reservados.


Publicidade/Advertisement

Publicidade/Advertisement


Publicidade/Advertisement


Notícias




Destaques