DOR DE OUVIDO

A dor de ouvido (otalgia) pode ser causada por doenças no próprio ouvido (causa otológica) ou por doenças e/ou distúrbios em outras estruturas orgânicas próximas ou mais distantes do ouvido (causa não otológica).

As dores de ouvido de causa otológica são:
 

a otite externa aguda,
a otite média aguda
os tumores de ouvido.

A figura mostra o ouvido externo e tímpano; ouvido médio e tuba auditiva; ouvido interno.

O que é otite externa aguda?

A otite externa aguda é uma infecção na pele do canal do ouvido causada por vários tipos de germes ou fungos. É caracterizada por uma severa e profunda dor de ouvido. A dor usualmente vem precedida ou acompanhada de coceira. Quando a infecção se torna crônica, ocorrem episódios agudos recorrentes, coceira irritante e descamações da pele do canal.

A otite externa aguda e crônica é um problema de ouvido tão comum entre os nadadores que é chamada também de "otite dos nadadores".

O que é otite média aguda?

A Otite média aguda é uma infecção no ouvido médio causada por bactérias e, eventualmente, por vírus. É mais comum em crianças. A infecção se faz pela migração do germe, presente na garganta ou no nariz, através da tuba auditiva.

Essa doença ocorre, na maioria das vezes, após gripe. É freqüente, também, através do contato com outras crianças portadoras de doenças infecciosas.

Os principais sintomas são dor e diminuição da audição. A dor costuma ser severa. Outros sintomas podem estar presentes: febre, inquietude, perda de apetite, secreção no ouvido (se houver perfuração timpânica); vômitos e diarréia podem ocorrer nas crianças pequenas.

Tumores do ouvido

As dores do ouvido causadas por tumores são bem menos freqüentes do que as dores causadas por infecções. Em caso de tumor, o paciente costuma sentir dor, diminuição da audição e com frequência, secreção no ouvido.

O médico faz o diagnóstico pela história do paciente, exame do ouvido e exame por imagens (tomografia computadorizada, ressonância magnética).

Dores de ouvido de causa não otológica

As dores de ouvido de causa não otológica são muito freqüentes. As mais comuns são as de origem dentária (cáries, molares inclusos, apicites paradentares) e as disfunções têmporo-mandibulares relacionados com ausência de elementos dentários, próteses dentárias mal adaptadas e má oclusão dentária.

Pacientes idosos com problema de coluna cervical (artrite) ou pacientes com história de traumatismo na coluna cervical costumam relatar dor atrás da orelha ou no mastóide.

Processos infecciosos e tumorais nas amígdalas, na faringe e na boca podem ser causa de dor no ouvido.

Processos malígnos nas vias aéreas, digestivas e base de crânio também podem causar otalgia.

As otalgias de causa não otológica ocorrem por causa da extensa ramificação de nervos importantes na região da cabeça, pescoço, tórax e aparelho digestivo. O impulso doloroso chega ao ouvido através dessas ramificações nervosas que fazem conexões entre o local da doença e o órgão da audição (dor refletida).

Quando o médico constata que a dor de ouvido não é de causa otológica, uma medida importante é solicitar exame buco-facial por dentista especializado. Exames por imagens (radiografia convencional, tomografia computadorizada, ressonância magnética) da base do crânio, vias aéreas e digestivas poderão ser necessárias.

Perguntas que você pode fazer ao seu médico

Por que meu ouvido está doendo?

Posso ter dor de ouvido sem ter doença no ouvido?

A minha dor de ouvido pode causar surdez?

Referências bibliográficas:
-Sih TM. Acute otitis media in Brazilian children: analysis of microbiology and antimicrobial susceptibility. Annals of Otol Rhinol Laryngol 2001; 110; 662-666.
- Senturia BH et al. diseases of the external ear. 2. ed. Nova York. Grune and Stratton Inc., 1980.66-70 p.






Publicidade/Advertisement

Publicidade/Advertisement


LEIA TAMBÉM

Cera no Ouvido  A cera ou cerume do ouvido é produzido por glândulas especiais existentes no terço mais externo do canal auditivo. Produzida e expelida em condições normais, a cera constitui um elemento de proteção do ouvido.

Coceira no Ouvido  Algumas vezes é causada por fungos (especialmente nos casos agudos), mas na maior parte das vezes é uma dermatite crônica, ou seja, uma inflamação na pele do canal do ouvido

Otite Externa  A otite externa é uma infecção na pele do canal do ouvido causada por vários tipos de germes ou fungos.

Problemas na Mandíbula  O ato de mastigar é mais complexo do que nos parece! Vários grupos musculares, ligamentos, articulações, ossos e as arcadas dentárias são responsáveis pela coordenada e harmônica abertura e fechamento da mandíbula.

Otite Média Aguda  É uma infecção no ouvido médio causada por um germe (bactéria). É muito comum nas crianças.

Surdez  Costuma-se não perceber a importância da audição em nossas vidas a não ser quando começa a faltar a nós próprios.

Prevenção da Surdez Infantil  Entre as causas genéticas de surdez, a consangüinidade entre os pais é um fator de risco para a criança que vai nascer. Procure o aconselhamento nos serviços de genética dos Hospitais Universitários e nos consultórios de médicos geneticistas.

Prevenção Da Surdez  Aproximadamente,uma, em cada mil crianças, nasce com surdez profunda. Muitas outras nascem com grau menor de surdez e outras mais a adquirem após o nascimento.

Audição de Recém Nascido  Aproximadamente 1 em cada 1000 bebês nascidos nos Estados Unidos tem perda severa de audição em ambos os ouvidos.

Zumbido nos Ouvidos  É um som que não está ao nosso redor mas dentro de nós (dentro da via auditiva). Pode ser percebido no(s) ouvido(s) ou na cabeça e pode ter uma única ou múltiplas causas.







Autor

Título: Dor de Ouvido

Link : | Data de Publicação : 01/11/2001 - Revisão : 10/06/2013 - Acesso : 20/12/2014 - Código do Conteúdo : Artigo 162 | Palavras-Chave : Dor de Ouvido - Otorrinolaringologia - Ouvido , Otite , Dor , Otalgia , Tumor , Dente , Articulação Têmporo-Mandibular , Dor de Ouvido .





Aviso Legal

Proibida a reprodução integral ou parcial, para uso comercial, editorial ou republicação na internet, sem autorização mesmo que citada a fonte - (Inciso I do Artigo 29 - Lei 9.610/98). Permitido o uso para trabalhos escolares, sem autorização prévia, desde que não sejam republicados na internet. Os anúncios publicitários são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos anunciantes, não constituindo qualquer forma de indicação ou de interferência no conteúdo editorial. Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas através do site ABC DA SAUDE, o qual tem por objetivo a informação, divulgação e educação acerca de temas médicos, e cujos artigos expressam tão somente o ponto de vista dos seus respectivos autores. Tais informações não deverão, de forma alguma, ser utilizadas como substituto para o diagnóstico médico ou tratamento de qualquer doença sem antes consultar um médico.
Política Editorial : http://www.abcdasaude.com.br/sobre
© Copyright 2001-2014 - ABC da Saúde Informações Médicas Ltda. - Proibida a reprodução sem autorização - Todos os direitos reservados.




Publicidade/Advertisement

Publicidade/Advertisement


Publicidade/Advertisement


Notícias





Destaques