EXANTEMA SÚBITO

Sinônimos e nomes populares:

roséola infantum, sexta moléstia, febre dos três dias.

O que é?

É uma doença infectocontagiosa que causa febre, de evolução benigna e que afeta crianças de seis a 36 meses.

Como se desenvolve e se adquire?

O exantema súbito é causado por alguns vírus da espécie herpes vírus humano sendo mais freqüente os do tipo 6 e 7.

A transmissão se faz através das secreções orais, em geral de adultos sadios.

Uma vez adquirido o vírus permanece no organismo por toda a vida, embora não cause mais doença, (portador assintomático). O período entre a aquisição do vírus e o surgimento da doença (incubação) varia de 7 a 10 dias.

Como se faz o diagnóstico?

O diagnóstico é essencialmente clínico, sendo baseado na história da doença e no exame clínico do paciente.

O que se sente?

Nos primeiros dias o exame pode ser normal ou levemente alterado, com pequenos gânglios (ínguas) no pescoço e ou na nuca, a garganta pode estar avermelhada e com discreto edema. Com ou sem medicação por volta do terceiro dia surge o exantema eritematoso (pele com lesões avermelhadas levemente elevadas) iniciando no tronco e atingindo posteriormente a face, o pescoço e a raiz das coxas.

A febre cede bruscamente, não retornando. A pele permanece avermelhada por mais dois ou três dias, quando então o eritema desaparece sem deixar marcas.

Como se trata?

A doença é autolimitada e cura-se espontaneamente sem deixar seqüelas. Cerca de 10 a 15% dos pacientes podem apresentar crise convulsiva durante a febre. Por isso raramente é necessário o uso de medicações. Estas se restringem a antitérmicos para a febre.

Como se previne?

Ainda não existe vacina nem medidas preventivas eficazes.





Publicidade/Advertisement

Publicidade/Advertisement


LEIA TAMBÉM

Eritema Infeccioso  Doença infectocontagiosa, exantemática (que causa erupção na pele), eritematosa (manchas avermelhadas) e que atinge crianças de 2 a 14 anos.

Sarampo  Doença infecciosa, altamente contagiosa, faz parte do grupo das doenças que se manifestam por alterações marcantes da pele, exantema eritematoso (pele avermelhada, com placas tendendo a se unirem) e com comprometimento de vários órgãos.

Rubéola  Doença infecciosa causada por vírus (classificado como um togavirus do gênero Rubivirus), que acomete crianças e adultos, embora esteja entre as que os médicos comumente denominam como próprias da infância

Dengue  Transmitido ao homem por um vetor (transmissor) um artrópodo hematófago (animal que tem os membros articulados e alimenta-se com sangue - o mosquito Aedes aegypti)

Mononucleose Infecciosa (Pediatria)  Doença infecciosa, bastante contagiosa causada por um vírus chamado Epstein-Barr. As manifestações mais típicas são: amigdalite, aumento de tamanho dos gânglios do pescoço e submandibulares.

Dermatite Atópica  É uma doença crônica que causa inflamação da pele, levando ao aparecimento de lesões e coceira. Cerca de 30% dos indivíduos com dermatite atópica têm asma ou rinite alérgica e 15% têm surtos de urticária.

Herpes Simples  A transmissão do vírus se faz preferentemente por contato direto pessoa – pessoa, mesmo que não haja lesão ativa.

Herpes Zoster  É uma doença decorrente da reativação do vírus da varicela (vírus varicela-zoster) em latência, que afeta adultos e pacientes com a imunidade comprometida.

Ínguas no Pescoço  Seja durante uma inflamação na garganta, seja acompanhando uma gripe forte, estas "ínguas" são problemas comuns nos consultórios médicos.

Febre  É a elevação da temperatura do corpo acima dos valores normais para o indivíduo. São aceitas como indicadores de febre as temperaturas: retal acima de 38º C e Axilar ou oral acima de 37,5º C.







Autor

Título: Exantema Súbito

Link : | Data de Publicação : 01/11/2001 - Revisão : 05/01/2010 - Acesso : 22/10/2014 - Código do Conteúdo : Artigo 193 | Palavras-Chave : Exantema Súbito - Pediatria - Roséola , Sexta Moléstia , Febre dos Três Dias





Aviso Legal

Proibida a reprodução integral ou parcial, para uso comercial, editorial ou republicação na internet, sem autorização mesmo que citada a fonte - (Inciso I do Artigo 29 - Lei 9.610/98). Permitido o uso para trabalhos escolares, sem autorização prévia, desde que não sejam republicados na internet. Os anúncios publicitários são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos anunciantes, não constituindo qualquer forma de indicação ou de interferência no conteúdo editorial. Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas através do site ABC DA SAUDE, o qual tem por objetivo a informação, divulgação e educação acerca de temas médicos, e cujos artigos expressam tão somente o ponto de vista dos seus respectivos autores. Tais informações não deverão, de forma alguma, ser utilizadas como substituto para o diagnóstico médico ou tratamento de qualquer doença sem antes consultar um médico.
Política Editorial : http://www.abcdasaude.com.br/sobre
© Copyright 2001-2014 - ABC da Saúde Informações Médicas Ltda. - Proibida a reprodução sem autorização - Todos os direitos reservados.


Publicidade/Advertisement

Publicidade/Advertisement


Publicidade/Advertisement


Notícias




Destaques