ASPERGILOSE PULMONAR

Sinônimos:

Infecção por Aspergillus.

O que é?

É a infecção pulmonar causada pelo fungo chamado Aspergillus.

Como se desenvolve?

Este fungo está no ambiente, mas, normalmente, ele não causa doença em pessoas saudáveis. Poderá estar presente também em hospitais, podendo causar doença em pacientes com a imunidade diminuída – que inclui sidéticos (portadores da Síndrome da Imunodeficiência Adquirida) e receptores de órgãos transplantados dentre outros. Na maioria dos casos, os pulmões são afetados por este fungo, apesar de outras partes do corpo poderem ser comprometidas pela doença. Este fungo poderá causar diferentes doenças nos pulmões. Nos indivíduos que possuem a estrutura pulmonar previamente alterada – indivíduos com fibrose cística ou com seqüela pulmonar após cura da tuberculose, por exemplo – podem ser afetados pela chamada bola fúngica (aspergiloma). Ela resulta do crescimento do fungo dentro destas áreas previamente alteradas dos pulmões. É uma lesão arredondada, geralmente localizada, que pode ou não causar sintomas na pessoa afetada. A complicação mais temida nesta situação é a hemoptise volumosa - tosse com expectoração de sangue em grande quantidade - causando a morte.

Outra doença causada pelo Aspergillus é a aspergilose broncopulmonar alérgica (ABPA) que pode acometer asmáticos e complicar a situação de pacientes com fibrose cística que entram em contato com o fungo e que passam a expectorar muco (catarro) firme que pode ter o formato dos brônquios (“tubulações” que dão passagem ao ar nos pulmões) dentre outras alterações. Além destas, o Aspergillus pode causar outras enfermidades nos pulmões.

Quais os sinais e sintomas da doença?

tosse;
expectoração de catarro com o formato dos brônquios (tubulares) tipo "moldes";
dor torácica;
fraqueza;
chiado no peito ou crises de asma;
febre;
encurtamento da respiração;
perda de peso.
hemoptise (tossir sangue).

Entretanto, o paciente pode não apresentar nenhum sintoma – algo freqüente nos casos de bola fúngica.

Como se faz o diagnóstico?

Não é fácil diagnosticar esta doença.

As alterações relatadas pelo paciente e o exame físico podem levar o médico a suspeitar de tal diagnóstico.

A radiografia do tórax pode mostrar algumas alterações nos pulmões atingidos pela Aspergilose.

Não é infreqüente encontrar o Aspergillus no escarro. Isto não significa necessariamente doença. O resultado positivo para Aspergillus na cultura do escarro também deverá levar em conta a presença ou não de fatores de risco para o aparecimento da doença.

Um exame de sangue - a pesquisa de antígenos específicos de Aspergillus - chamado de Precipitinas para Aspergillus, pode auxiliar no diagnóstico em determinados casos. Existem também testes cutâneos (de pele) que auxiliam no diagnóstico das reações de hipersensibilidade ao Aspergillus.

Além destes, existem outros dados que auxiliam no diagnóstico.

Na maioria dos casos, uma amostra de tecido pulmonar será necessária para o diagnóstico.

Realiza-se, então, uma fibrobroncoscopia: um tubo fino e flexível, dotado de fibra óptica, com uma câmera na ponta, é introduzido pelo nariz ou pela boca até chegar nos pulmões, onde são retirados fragmentos com o auxílio de pinças que passam por dentro do fibrobroncoscópio. Após, este material é encaminhado ao laboratório para verificar a presença de Aspergillus. Se presente, confirma o diagnóstico. Há situações em que uma cirurgia se faz necessária tanto para diagnóstico como para tratamento.

Como se trata?

O tipo de tratamento será decidido conforme a alteração que o fungo causou nos pulmões.

Geralmente, o tratamento é feito com medicações anti-fúngicas.

A bola fúngica - também chamada de micetoma - é tratada com a cirurgia. Quando os pacientes não tem condições de serem submetidos à cirurgia, podem ser utilizados os anti-fúngicos por 6 a 12 meses ou, então, pode-se realizar a embolização de artérias brônquicas para evitar sangramentos.

As formas alérgicas da aspergilose são tratadas basicamente com corticóides – medicações potentes contra a alergia. Na Aspergilose Broncopulmonar Alérgica (ABPA) , o indivíduo afetado também deve manter-se afastado dos locais contaminados pelo fungo e fazer uso de antifúngico para reduzir a dose total de corticóide.

Como se previne?

Normalmente, nada pode ser feito para prevenir esta doença.

Perguntas que você pode fazer ao seu médico

Existe algum procedimento cirúrgico que possa ser utilizado nos casos de bola fúngica que não tenham condições de fazer a cirurgia para retirada completa da lesão?

Há alguma predileção geográfica ou sazonal para esta doença?

Além de viver no solo, na vegetação e na água, o Aspergillus pode viver no ambiente hospitalar?

Que atividades ocupacionais estão mais predispostas a desenvolver esta doença?

Nos casos de aspergilose invasiva que outros locais do corpo podem ser acometidos pela doença?

No período pós-transplante de órgão, há algum exame que pode detectar a doença precocemente?





Publicidade/Advertisement

Publicidade/Advertisement


LEIA TAMBÉM

Asma  A asma brônquica é uma doença pulmonar freqüente e que está aumentando em todo o mundo. Esta doença se caracteriza pela inflamação crônica das vias aéreas, o que determina o seu estreitamento, causando dificuldade respiratória

Fibrose Cística (Pediatria)  A fibrose cística é uma doença hereditária que faz certas glândulas produzirem secreções anormais, resultando disso vários sintomas, os mais importantes afetando o trato digestivo e os pulmões.

Infecção Hospitalar  Qualquer tipo de infecção adquirida após a entrada do paciente em um hospital ou após a sua alta quando essa infecção estiver diretamente relacionada com a internação ou procedimento hospitalar, como, por exemplo, uma cirurgia.

Atelectasia Pulmonar  É o colapso de parte ou de todo pulmão. Ou seja, o pulmão "murcha" numa parte ou na sua totalidade por um bloqueio na passagem do ar pelos brônquios de maior ou menor calibre (brônquio ou bronquíolo, respectivamente).

Hipertensão Pulmonar Primária  Ocorre quando há uma pressão sangüínea anormalmente elevada nas artérias que levam o sangue do coração para os pulmões.

Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica  É uma doença crônica dos pulmões que diminui a capacidade para a respiração. A maioria das pessoas com esta doença apresentam tanto as características da bronquite crônica quanto as do enfisema pulmonar.

Tuberculose Pulmonar  É uma infecção causada por um microorganismo chamado Mycobacterium tuberculosis, também conhecido por bacilo de Koch.

Enfisema Pulmonar  É uma doença crônica, na qual os tecidos dos pulmões são gradualmente destruídos, tornando-se hiperinsuflados (muito distendidos).

Edema Pulmonar  É o acúmulo anormal de líquido nos tecidos dos pulmões. Está entre as mais freqüentes emergências médicas e significa, muitas vezes, uma situação ameaçadora da vida quando ocorre abruptamente.

Embolia Pulmonar  A embolia pulmonar ocorre quando um coágulo ( trombo ), que está fixo numa veia do corpo, se desprende e vai pela circulação até o pulmão, onde fica obstruindo a passagem de sangue por uma artéria.







Autor

Título: Aspergilose Pulmonar

Link :
Data de Publicação : 01/11/2001 - Revisão : 05/01/2010 - Acesso : 01/09/2014 - Código do Conteúdo : Artigo 39
Palavras-Chave : Aspergilose Pulmonar - Pneumologia - Micose Pulmonar , Infecção Pulmonar por Fungo , Infecção por Aspergillus





Aviso Legal

Proibida a reprodução integral ou parcial, para uso comercial, editorial ou republicação na internet, sem autorização mesmo que citada a fonte - (Inciso I do Artigo 29 - Lei 9.610/98). Permitido o uso para trabalhos escolares, sem autorização prévia, desde que não sejam republicados na internet. Os anúncios publicitários são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos anunciantes, não constituindo qualquer forma de indicação ou de interferência no conteúdo editorial. Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas através do site ABC DA SAUDE, o qual tem por objetivo a informação, divulgação e educação acerca de temas médicos, e cujos artigos expressam tão somente o ponto de vista dos seus respectivos autores. Tais informações não deverão, de forma alguma, ser utilizadas como substituto para o diagnóstico médico ou tratamento de qualquer doença sem antes consultar um médico.
Política Editorial : http://www.abcdasaude.com.br/sobre
© Copyright 2001-2014 - ABC da Saúde Informações Médicas Ltda. - Proibida a reprodução sem autorização - Todos os direitos reservados.


Publicidade/Advertisement

Publicidade/Advertisement


Publicidade/Advertisement


Notícias




Destaques