PÓLIPOS DO INTESTINO GROSSO

O que é?

Pólipo é um crescimento anormal que surge na mucosa (camada de revestimento interno de alguns órgãos do corpo humano) do intestino grosso (cólon e reto).

Essa formação pode ter o aspecto de uma bola fixada na mucosa intestinal ou ligada a esta por um pedículo; no primeiro caso é chamada de pólipo séssil (sem pé) e, no segundo, de pólipo pediculado.

Como se desenvolve?

O pólipo pode surgir em qualquer idade (da criança ao adulto), assim como pode existir sem apresentar qualquer sintoma por muito tempo. A eliminação de sangue pelo ânus, pode ser um sinal indicativo da existência de pólipo intestinal.

Quando o pólipo tem um pedículo mais ou menos longo, e se encontra implantado em alguma das porções finais do intestino (por exemplo o reto), ele pode ser exteriorizado durante o esforço de evacuação e ser detectado pelo paciente. Neste caso o diagnóstico de pólipo fica facilitado.

Como se faz o diagnóstico?

A presença de sangue nas fezes ou no vaso sanitário, após a evacuação, pode levar a uma hipótese inicial da existência de pólipo na luz intestinal (espaço por onde circulam as fezes).

O exame com endoscopia é o meio mais exato para obter o diagnóstico diferencial de pólipo ou de outra patologia causadora do sangramento. Esta endoscopia, chamada colonoscopia, além de fazer o diagnóstico pode igualmente realizar o tratamento, pois a maioria dos pólipos pode ser retirada durante o exame.

O pólipo é simplesmente a forma macroscópica; a experiência do endoscopista e o exame laboratorial é que indicarão a natureza do mesmo, se benigna ou maligna. Portanto, todo o pólipo retirado deverá ser enviado ao laboratório para exame microscópico.

Como se trata?

O exame endoscópico pode constatar a existência de um ou mais pólipos, sésseis ou pediculados, com diversos tamanhos. A retirada pode se constituir na cura total, se o pólipo é benigno ou maligno sem metástase, ou como um meio diagnóstico para outras lesões do intestino.

Na criança, com mais frequência, a existência de pólipo no intestino, dependendo do tamanho e de sua localização, pode provocar uma obstrução intestinal (invaginação intestinal), que determina a necessidade de cirurgia de urgência para a retirada do pólipo e o tratamento da obstrução.

Uma grande quantidade de pólipos pode indicar que o paciente é portador de uma polipose familiar ou de uma polipose múltipla. Este paciente deve ser submetido a cirurgia para retirada do intestino grosso, o que não o impedirá de viver em condições satisfatórias. Todos os seus familiares consangüíneos deverão ser investigados com exames endoscópicos (colonoscopia) para o diagnóstico da doença.

Perguntas que você pode fazer ao seu médico

O que causa pólipos no intestino?

Este é um problema hereditário?

Isso pode causar câncer? É maligno? Tem cura?

Como fazer o diagnóstico?

É necessário a colonoscopia?

Sangramento é indício de pólipo?

Estes pólipos podem voltar após a cirurgia?





Publicidade/Advertisement

Publicidade/Advertisement


LEIA TAMBÉM

Câncer de Cólon e Reto - Prevenção  O câncer de cólon e reto, como a maioria dos tipos de câncer, têm fatores de risco identificáveis

Diverticulite - Diverticulose do Intestino Grosso  Diverticulose é a presença de pequenas bolsas que se projetam para fora da parede intestinal. A diverticulite é a inflamação de um divertículo.

Sangramento Anal  O sangramento anal pode ser causado tanto pela ocorrência de hemorróidas como por outras doenças menos ou mais graves que a doença hemorroidária.

Endocardites  A endocardite se localiza preferencialmente nas válvulas do coração, mas pode ser encontrada em qualquer parte do endocárdio, podendo ser classificada em aguda e subaguda.

Síndrome do Intestino Irritável  A causa não é bem conhecida e, portanto, não se sabe como, a partir de um certo momento, uma pessoa passa a apresentar os sintomas

Obstrução Intestinal no Adulto  Obstrução intestinal é uma interrupção parcial ou total da passagem do bolo alimentar pela luz do intestino.

Câncer de Cólon e Reto - Detecção Precoce  O exame oculto das fezes e os exames que vêem o intestino por dentro, como a colonoscopia e a retosigmoidoscopia são os exames mais frequentemente utilizados para se fazer um diagnóstico precoce desse tumor.

Diarreia Aguda  É observada como uma diminuição da consistência habitual das fezes que podem alcançar o estado líquido. O número de evacuações varia de um episódio isolado até mais de dez em 24 horas.

Sangramento Gastro-Intestinal  é a perda de sangue a partir de qualquer órgão do trato digestivo (esôfago, estômago, intestino delgado e intestino grosso).

Constipação Intestinal  Para o paciente significa fezes excessivamente duras e pequenas, eliminadas infreqüentemente ou sob excessivo esforço defecatório







Autor

Título: Pólipos do Intestino Grosso

Link : | Data de Publicação : 01/11/2001 - Revisão : 05/01/2010 - Acesso : 21/12/2014 - Código do Conteúdo : Artigo 331 | Palavras-Chave : Pólipos do Intestino Grosso - Proctologia - Pólipo , Sangue nas Fezes , Sangramento Anal , Tumor do Intestino Grosso , Câncer do Intestino Grosso .





Aviso Legal

Proibida a reprodução integral ou parcial, para uso comercial, editorial ou republicação na internet, sem autorização mesmo que citada a fonte - (Inciso I do Artigo 29 - Lei 9.610/98). Permitido o uso para trabalhos escolares, sem autorização prévia, desde que não sejam republicados na internet. Os anúncios publicitários são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos anunciantes, não constituindo qualquer forma de indicação ou de interferência no conteúdo editorial. Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas através do site ABC DA SAUDE, o qual tem por objetivo a informação, divulgação e educação acerca de temas médicos, e cujos artigos expressam tão somente o ponto de vista dos seus respectivos autores. Tais informações não deverão, de forma alguma, ser utilizadas como substituto para o diagnóstico médico ou tratamento de qualquer doença sem antes consultar um médico.
Política Editorial : http://www.abcdasaude.com.br/sobre
© Copyright 2001-2014 - ABC da Saúde Informações Médicas Ltda. - Proibida a reprodução sem autorização - Todos os direitos reservados.




Publicidade/Advertisement

Publicidade/Advertisement


Publicidade/Advertisement


Notícias





Destaques