Continuação de Febre Reumática...

Artrites Crônicas da Infância

(Doenças Reumáticas na Infância)

Definição

Trata-se de um grupo de doenças caracterizado pela presença de artrite crônica (mais de 6 semanas de duração) em crianças com menos de 16 anos de idade.

Ela é dividida em três subtipos, com manifestações clínicas e evolução diferentes: tipos sistêmico, oligoarticular e poliarticular.

Tratam-se de subtipos distintos e falar de maneira genérica pode ser difícil, mas é possível dizer que a principal manifestação dessa doença é a artrite, ou seja , articulações quentes, vermelhas , inchadas e a incapacidade da criança de utilizar aquela articulação ou membro afetado.

Também aparecem sintomas de queda do estado geral, podendo haver febre, diminuição do apetite e da disposição para as atividades diárias, afetando desde o rendimento escolar até o ritmo de brincadeiras. Um aspecto importante dessa doença é a capacidade de instalação de deformidades a longo prazo e o comprometimento permanente da função das articulações. A terapêutica disponível atualmente visa deter a instalação dessas deformidades e disponibilizar uma vida normal para a criança. Conforme o subtipo , podemos ter o envolvimento de órgãos e sistemas de maneira diferenciada, por exemplo, no subtipo oligoarticular pode ser comum o envolvimento ocular (uveíte), que é atípico em outros subtipos.

Causas

Não existe uma causa conhecida para a instalação das Artrites Crônicas na Infância. Como se trata de uma doença dividida em vários tipos, pensa-se haver mais de uma causa possível. Foram detectadas várias alterações no sistema imune (sistema de defesa do organismo humano) mas não é ainda possível dizer se elas são causais ou se são apenas fenômenos paralelos sem uma relação direta com o início do quadro. Já foram arroladas hipóteses envolvendo a presença de infecções, alterações genéticas, imunológicas e endócrinas, mas até agora elas só tem valor como especulação a respeito das causas dessa doença.

Tratamento

O tratamento atual dessas condições consiste num conjunto de medidas que incluem o uso de medicamentos , fisioterapia, exercícios e medidas de reabilitação e, conforme a presença de seqüelas, podem também incluir cirurgia ortopédica. Da mesma forma a equipe que cuida desses pacientes é multidisciplinar, com o reumatologista pediátrico como coordenador. O objetivo principal dessa equipe é, como já foi dito anteriormente, preservar ao máximo o organismo da criança das seqüelas que podem advir da doença e do próprio tratamento. Muitos dos medicamentos utilizados hoje em Reumatologia Infantil são copiados da experiência com adulto, já havendo estudos específicos com populações dessa faixa de idade. A família entra nesse cenário como protagonista principal do tratamento, encorajando e estimulando a criança vítima de uma doença crônica e monitorizando essa evolução, repassando esses dados para a equipe médica.





Publicidade/Advertisement

Publicidade/Advertisement


LEIA TAMBÉM

Artrite Reumatoide  É uma doença crônica de causa desconhecida. A característica principal é a inflamação articular persistente mas há casos em que outros órgãos são comprometidos.

Artrite Reumatoide - Tratamento  Verificou-se que o tratamento precoce e, muitas vezes, associação de vários medicamentos desde o início proporciona melhor prognóstico.

Febre  É a elevação da temperatura do corpo acima dos valores normais para o indivíduo. São aceitas como indicadores de febre as temperaturas: retal acima de 38º C e Axilar ou oral acima de 37,5º C.

Dor nos Joelhos  É extremamente freqüente. Há dezenas de causas. Algumas são muito comuns e fáceis de diagnosticar

Febre Reumática  A febre reumática é considerada uma complicação tardia de uma infecção por uma bactéria chamada de estreptococo.

Lesões Valvulares do Coração  Conheça as principais lesões valvulares do coração

Endocardites  A endocardite se localiza preferencialmente nas válvulas do coração, mas pode ser encontrada em qualquer parte do endocárdio, podendo ser classificada em aguda e subaguda.

Reumatismo  Muitos pensam em reumatismo quando sentem dores ao longo dos músculos e tendões (os pacientes freqüentemente mostram tendões e os identificam como nervos). Outros, referem-se às doenças articulares. Todos estão certos, mas falta muito mais...Sob a denominação reumatismo estão mais de 100 doenças diferentes.

Dores do Crescimento  É uma das causas mais comuns de consultas em reumatologia pediátrica. Cerca de 25% das crianças que procuram o reumatologista pediátrico, queixam-se de dores nas pernas, e as chamadas "Dores do Crescimento" são certamente a causa mais comum dessas dores.

Doenças Reumáticas Da Infância  Várias doenças reumáticas são vistas na infância sendo as mais comuns a artrite crônica da infância, o lúpus eritematoso sistêmico, a dermatopolimiosite e as espondiloartropatias, que são doenças de caráter crônico, provocadas por distúrbios no sistema de defesa do organismo, ou sistema auto-imune.







Autor

Título: Artrite Crônica na Infância

Link : | Data de Publicação : 01/11/2001 - Revisão : 30/10/2008 (Equipe ABC da Saúde) - Acesso : 28/11/2014 - Código do Conteúdo : Artigo 471 | Palavras-Chave : Artrite Crônica na Infância - Reumatologia - Artrite Crônica na Infância , Doenças Reumáticas na Infância , articulações , sistema imune , medicamentos , fisioterapia, exercícios , medidas de reabilitação , Reumatologia Infantil .





Aviso Legal

Proibida a reprodução integral ou parcial, para uso comercial, editorial ou republicação na internet, sem autorização mesmo que citada a fonte - (Inciso I do Artigo 29 - Lei 9.610/98). Permitido o uso para trabalhos escolares, sem autorização prévia, desde que não sejam republicados na internet. Os anúncios publicitários são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos anunciantes, não constituindo qualquer forma de indicação ou de interferência no conteúdo editorial. Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas através do site ABC DA SAUDE, o qual tem por objetivo a informação, divulgação e educação acerca de temas médicos, e cujos artigos expressam tão somente o ponto de vista dos seus respectivos autores. Tais informações não deverão, de forma alguma, ser utilizadas como substituto para o diagnóstico médico ou tratamento de qualquer doença sem antes consultar um médico.
Política Editorial : http://www.abcdasaude.com.br/sobre
© Copyright 2001-2014 - ABC da Saúde Informações Médicas Ltda. - Proibida a reprodução sem autorização - Todos os direitos reservados.


Publicidade/Advertisement

Publicidade/Advertisement


Publicidade/Advertisement


Notícias




Destaques