FRIGIDEZ

A frigidez caracteriza-se pela falta de desejo e de qualquer resposta sexual. Essa terminologia tem sido empregada para definir mulheres que não demonstram nenhum interesse em sexo ou que ficam completamente "geladas" ao toque erótico.

Possíveis causas

Devemos levar em consideração uma série de fatores que podem interferir na libido (impulso sexual) feminina. Pensemos em três grandes categorias:
 

a orgânica,
a emocional e
a cultural ou social.

Geralmente, a frigidez resulta da combinação dessas influências, sendo que a categoria social apresenta um peso significativo.

Fatores orgânicos
 

Doenças que acometem de forma direta os genitais, como uma infecção (vulvovaginite), ou indiretamente, como o hiperprolactinoma, responsável pelo aumento do hormônio prolactina que inibe completamente a motivação sexua.
Transtornos psiquiátricos crônicos que geram uma diminuição ou até ausência de desejo sexual, como a depressão.
Uso de algumas medicações como anti-hipertensivos ou antidepressivos que têm como efeito colateral a diminuição de libido.

Fatores emocionais
 

Situações traumáticas ao longo da vida, como abuso sexual, estupro ou violência sexual.
Repressões sexuais antigas, culpas e ansiedades vinculadas à não permissão ao sexo.
Conflitos conjugais importantes, com cobranças acompanhadas de agressões, falta de respeito e falta de intimidade.
Relacionamento infantilizado entre cônjuges, em que os parceiros estão representando muito mais os papéis de pais um do outro, do que de parceiros sexuais.
Falta de comunicação e intimidade no casal.
Falta de atração e de afeição pelo parceiro escolhido como companheiro.

Fatores culturais ou sociais
 

Falta de educação e orientação sexual.
Medo de gravidez indesejada associada à insegurança de contracepção.
Dificuldades práticas e persistentes do dia-a-dia, como falta de tempo necessário para dedicação à vida sexual, falta de ambiente propício à intimidade.
Estímulo sexual inadequado.
Repressões sociais à sexualidade da mulher, principalmente em culturas cujas religiões cristã e mulçumana têm marcada influência.

Há alguns anos atrás (e ainda hoje em determinadas culturas), dizia-se que a mulher era fria por natureza, que sua sexualidade estava voltada única e exclusivamente para a maternidade. Nesse contexto, usava-se a sexualidade feminina para servir a masculina. Como conseqüência, a mulher era pouco ou nada estimulada. Essa situação ocorrendo de forma persistente, com sentimentos de obrigação em relação ao sexo, acabou por inibir qualquer resposta erótica, assim tornando-se uma das tantas tarefas que deveriam ser desempenhadas pela mulher.

Desligada de sentimentos sexuais positivos e até mesmo punida ou reprimida ao demonstrar prazer, a mulher assumiu a maternidade e o cuidado familiar, abdicando de uma plena realização sexual.





Publicidade/Advertisement

LEIA TAMBÉM

Fobias  Quando a situação de ansiedade desencadeia sintomas com intensidade e duração maiores que o esperado, causando significativo grau de sofrimento, é bem provável que esta pessoa esteja apresentando algum transtorno de ansiedade.

Disfunções do Desejo Sexual Feminino  "Sinto-me cobrada na cama. Finjo prazer ou me queixo de dor de cabeça."

Inibição do Desejo Sexual  A criação baseada na repressão e influências negativas em relação à sexualidade trouxe intenso efeito na vida sexual feminina. Assim, muitas continuam oprimindo seus desejos e vivenciando condições fortemente conflitivas, com grande resultado emocional.

Assexualidade  Uma pessoa que se diz assexuada pode se apaixonar por outra, amá-la e ser feliz, ainda que nunca se sinta sexualmente atraída e tenha necessidades sexuais.

Menopausa e Climatério  A menopausa é a última menstruação da mulher. O climatério é a fase da vida em que ocorre a transição do período reprodutivo ou fértil para o não reprodutivo, devido à diminuição dos hormônios sexuais produzidos pelos ovários.

Perda da Libido / Baixo Desejo Sexual  Estamos discutindo uma série de causas diferentes, mas com uma forma de apresentação clínica que pode variar apenas entre dois quadros distintos: O Desejo Sexual Hipoativo e a Aversão Sexual.

Tipos de Problema Sexual  Os problemas sexuais são conhecidos como Transtornos Sexuais na linguagem médica. Dividem-se em três grandes grupos

Por Uma Nova Terapia Sexual  Os problemas sexuais podem surgir de uma série de causas diferentes. Podem ser desencadeados por problemas físicos (orgânicos) e/ou emocionais (psíquicos).

Disfunção do Orgasmo Feminino  A expressão "falta de orgasmo feminino" é uma mescla de frustração, baixa auto-estima e conformidade.

Disfunções Sexuais Femininas  As disfunções sexuais femininas podem afetar o desejo sexual e/ou alterar as respostas psicológicas e fisiológicas do corpo frente aos estímulos sexuais, causando sofrimento e insatisfação não só na pessoa, como também no seu par.







Autor

Título: Frigidez

Link : | Data de Publicação : 01/11/2001 - Revisão : 01/07/2014 - Acesso : 25/10/2014 - Código do Conteúdo : Artigo 205 | Palavras-Chave : Frigidez - Sexologia - Perda da Libido em Mulher, falta de desejo sexual, resposta sexual , Perda do Desejo Sexual em Mulheres, geladas, , vulvovaginite, hiperprolactinoma, prolactina , conflitos conjugais, repressão sexual, menopausa, , disfunção do orgasmo .





Aviso Legal

Proibida a reprodução integral ou parcial, para uso comercial, editorial ou republicação na internet, sem autorização mesmo que citada a fonte - (Inciso I do Artigo 29 - Lei 9.610/98). Permitido o uso para trabalhos escolares, sem autorização prévia, desde que não sejam republicados na internet. Os anúncios publicitários são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos anunciantes, não constituindo qualquer forma de indicação ou de interferência no conteúdo editorial. Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas através do site ABC DA SAUDE, o qual tem por objetivo a informação, divulgação e educação acerca de temas médicos, e cujos artigos expressam tão somente o ponto de vista dos seus respectivos autores. Tais informações não deverão, de forma alguma, ser utilizadas como substituto para o diagnóstico médico ou tratamento de qualquer doença sem antes consultar um médico.
Política Editorial : http://www.abcdasaude.com.br/sobre
© Copyright 2001-2014 - ABC da Saúde Informações Médicas Ltda. - Proibida a reprodução sem autorização - Todos os direitos reservados.


Publicidade/Advertisement


Notícias




Destaques