PREVENÇÃO PARA UMA VIDA LONGA E DE QUALIDADE

As doenças crônico-degenerativas são aquelas em que um conjunto de fatores leva à deterioração progressiva da saúde do ser humano e que não basta um agente transmissível identificável para que elas ocorram. A sua etiologia é multifatorial. Além disso, sabe-se que existe uma interação entre comportamento, meio ambiente e perfil genético.

Estas doenças têm por característica um longo período de exposição a fatores de risco comuns, geralmente décadas. Os principais fatores modificáveis são fumo, obesidade, dieta inadequada - que inclui o consumo excessivo de bebidas alcoólicas - e inatividade física. A maioria destes fatores está associada a um estilo de vida pouco saudável promovido pelo desenvolvimento tecnológico e pela urbanização. As doenças crônico-degenerativas são atualmente responsáveis pela maior parte da morbi-mortalidade em todo o mundo, desenvolvido ou em desenvolvimento, e são representadas, principalmente, pelas doenças cardiovasculares, os cânceres, as doenças pulmonares obstrutivas crônicas e o diabetes.

Os fatores de risco das doenças crônico-degenerativas têm a peculiaridade de se potencializarem quando concomitantes, de terem uma sinergia quanto a sua iniciação e manutenção (álcool e fumo, sedentarismo e obesidade), e de estarem associados a várias condições ao mesmo tempo (obesidade é fator de risco para diabetes, câncer e doença cardíaca; fumo é fator de risco para doença cardíaca, câncer e doença pulmonar, por exemplo).

Por isso, uma pequena diminuição da prevalência de um ou mais destes fatores de risco pode levar a uma grande redução do impacto destas doenças como um todo em uma população.

Em vários países, a aplicação de conhecimento disponível sobre a possibilidade de prevenção de doenças crônico-degenerativas aumentou a expectativa de vida e a qualidade de vida dos adultos. Este controle foi decorrência da implementação de ações amplas e integradas direcionadas para a população como um todo, para as comunidades, para os grupos de alto risco, assim como para o indivíduo. Estas ações se deram, basicamente, através do controle dos principais fatores de risco para as doenças a mais prevalentes.

Para que o impacto destas ações preventivas seja significativo, elas devem se dar em vários níveis - nacional, regional, comunitário e individual; devem ser amplas e integradas, alcançando os indivíduos em todos os seus ambientes: casa, escola, trabalho, locais de lazer, e atingir a população nas suas várias fases de desenvolvimento: da gestante (exposição intra-útero) ao idoso. Os prestadores de serviços de saúde devem ser consistentes e integrados nas suas mensagens em todos os momentos de contato com a população (diretrizes), e deve-se fazer uso de vários métodos de intervenção preventiva (comportamental, medicamentosa, rastreamento). Deve-se promover abordagens transdisciplinares, culturalmente adequadas. Além disso, devem ser planejadas para serem de longo prazo e/ou permanentes.

Estas são etapas de um programa progressivo e permanente que os sistemas de saúde devem incorporar, retirando o foco da doença e voltando integralmente suas atenções à saúde, compreendida em todas as suas dimensões.


Publicidade/Advertisement

Publicidade/Advertisement


RECOMENDADO PARA VOCÊ

ABC da Alimentação Saudável  Uma alimentação, quando adequada e variada, previne deficiências nutricionais, e protege contra doenças infecciosas, porque é rica em nutrientes que podem melhorar as defesas do organismo

Câncer de Mama  Ocorre quando as células deste órgão passam a se dividir e se reproduzir muito rápido e de forma desordenada

Obesidade  Enfermidade caracterizada pelo acúmulo excessivo de gordura corporal, associada a problemas de saúde, ou seja, que traz prejuízos à saúde do indivíduo.

Infarto - O Ataque do Coração  Se dá quando o suprimento de sangue a uma parte do músculo cardíaco é reduzido ou cortado totalmente

Diabetes  Doença provocada pela deficiência de produção e/ou de ação da insulina, que leva a sintomas agudos e a complicações crônicas características.

Câncer - Prevenção  Prevenção em câncer é reduzir a possibilidade do aparecimento de qualquer tipo de câncer.

Hipertensão - Prevenção e Tratamento  É um dos problemas médicos mais comuns da população mundial. É muito sério, porque é silencioso e só reconhecido pelas lesões dos órgãos atingidos.

Prevenção da Arteriosclerose  Entre os fatores conhecidos que propiciam o desenvolvimento da arteriosclerose e as doenças consequentes a ela estão: a idade, o sexo da pessoa, a hereditariedade, o estilo de vida sedentário, o diabete, o fumo, o uso de alguns medicamentos, as tensões da vida e a dieta.

Câncer de Pulmão - Prevenção  Evitar que as pessoas iniciem a prática de fumar e ajudar os fumantes a parar de fumar é a mais importante ação preventiva a ser desenvolvida.

Saúde: O Momento é de Prevenção  Desenvolver ações educativas e preventivas, visando a alterar esse estilo de vida é fundamental nesse momento de desenvolvimento da humanidade.


Autor

Título: Prevenção para uma Vida Longa e de Qualidade

Link : | Data de Acesso : 28/09/2016 - Código do Conteúdo : Artigo 669 | Palavras-Chave : Prevenção para uma Vida Longa e de Qualidade - Cancerologia - fatores de risco , estilo de vida , doenças crônico-degenerativas , álcool , fumo, sedentarismo , obesidade , doença cardíaca, câncer , doença pulmonar .





Aviso Legal

Proibida a reprodução integral ou parcial, para uso comercial, editorial ou republicação na internet, sem autorização mesmo que citada a fonte - (Inciso I do Artigo 29 - Lei 9.610/98). Permitido o uso para trabalhos escolares, sem autorização prévia, desde que não sejam republicados na internet. Os anúncios publicitários são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos anunciantes, não constituindo qualquer forma de indicação ou de interferência no conteúdo editorial. Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas através do site ABC DA SAUDE, o qual tem por objetivo a informação, divulgação e educação acerca de temas médicos, e cujos artigos expressam tão somente o ponto de vista dos seus respectivos autores. Tais informações não deverão, de forma alguma, ser utilizadas como substituto para o diagnóstico médico ou tratamento de qualquer doença sem antes consultar um médico.
Política Editorial : https://www.abcdasaude.com.br/sobre
© Copyright 2001-2016 - ABC da Saúde Informações Médicas Ltda. - Proibida a reprodução sem autorização - Todos os direitos reservados.


Publicidade/Advertisement




Notícias


Dieta do Medirrâneo / Dieta Mediterrânea
Publicidade/Advertisement

FUNDACRED - Crédito Educativo


Destaques