MELANOMA

Sinônimos/Nomes Populares:

Melanoma maligno

O que é?

O melanoma é o tipo de câncer de pele mais letal que existe. Tem sua origem nos melanócitos que são células produtoras de melanina (substância que determina a cor da pele). Mesmo que represente somente 4% dos tumores de pele, o melanoma é grave pela sua alta possibilidade de metástase.

No Brasil, em 2008, tivemos cerca de 6000 casos novos desta neoplasia, ou seja, uma incidência baixa, entretanto, sua letalidade figurou entre os 10 tumores que mais ocasionaram óbito segundo as estatísticas do INCA (Instituto Nacional do Câncer). Esta incidência é maior em pessoas do Sul e Sudeste brasileiros, caracterizando-se por ser uma população de cor de pele branca.O prognóstico dessa lesão é bom quando detectado em estádio precoce, pois o mesmo é detectado sem a presença de metástase, que piora muito a sobrevida de pessoas acometidas por esta patologia.

Como se adquire?

A forma de adquirir esta lesão é semelhante aos outros tumores de pele, mas destacam-se alguns outros fatores de risco como: a exposição excessiva solar (queimadura pelo sol e não bronzeamento), a pele clara, a história prévia de câncer de pele (aumento da chance de ter uma outra lesão), história familiar de melanoma, nevos (pintas que podem ser lesões pré-neoplásicas), xeroderma pigmentoso (doença congênita que se caracteriza pela intolerância total da pele ao sol, formando queimaduras externas, lesões e tumores múltiplos) 


Publicidade/Advertisement

O que se sente?

Geralmente o melanoma não ocasiona sintomas. Ele pode acometer uma pele normal ou desenvolver-se a partir de uma lesão, geralmente pigmentada. Estas lesões podem ter colorações escuras e diversas, bordos irregulares, coceira, entre outros achados.Quando há uma alteração visível em lesão anterior, o aumento do tamanho, na coloração e na forma com o aparecimento de bordas irregulares, é importante uma avaliação dermatológica.Para facilitar o diagnóstico, o Grupo Brasileiro de Melanoma, a Sociedade Brasileira de Dermatologia e o Instituto Nacional do Câncer, preconizam o ABCD do melanoma:

Assimetria
Bordas irregulares
Coloração variada
Diâmetro: maior que 6 milímetros

 

Como se desenvolve?

O melanoma é uma lesão inicialmente superficial, mas desenvolvem-se geralmente progredindo em profundidade, sendo este parâmetro um dos critérios de gravidade desta patologia, pois aumenta o risco de metástase para outros órgãos.O melanoma metastatiza para linfonodos (inguas) e órgãos, sendo mais frequente pulmões, cérebro e ossos.

Como o profissional de saúde faz o diagnostico?

O diagnóstico é realizado através de exame clínico. Após sua retirada, o mesmo é enviado para diagnóstico anátomo-patológico para confirmação diagnóstica e avaliação de margens cirúrgicas, buscando a ressecção completa da lesão.

Como se trata?

O tratamento preconizado é a excisão cirúrgica tanto da lesão primária, na maior parte das vezes quanto das metástases em casos a critério médico.A radioterapia e a quimioterapia, dependendo da evolução da doença também podem ser utilizados. Infelizmente, quando há metástase, esta patologia torna-se incurável na maior parte das vezes. Quando há uma doença avançada, o objetivo principal são os Cuidados Paliativos, aliviando sintomas e melhorando a qualidade de vida do paciente. O tratamento deve ser regido por uma  com médico Oncologista Clínico e Oncologista Cirúrgico para ofertar o melhor tratamento possível.

Como se previne?

A melhor maneira de prevenir esta lesão é evitar a exposição solar em períodos perigosos (das 10 as 16h). Bem como realizar uma proteção com uso de soluções protetoras solares e uso de dispositivos como chapéu, guarda-sol, óculos escuros.           Para maiores informações sobre prevenção veja o artigo sobre prevenção do Câncer de PeleVeja mais no artigo sobre Prevenção de Tumores de Pele.

Perguntas que você pode fazer ao seu profissional de saúde

Como evolui a o melanoma?

Quando suspeito de melanoma?

Qual o tratamento que deve realizado?

Como faço para evitá-lo?


Publicidade/Advertisement

Publicidade/Advertisement


RECOMENDADO PARA VOCÊ

Fotoproteção  Os filtros solares são substâncias destinadas a proteger a pele do sol (das radiações ultravioletas A e B). A curto prazo, eles protegem a pele de queimaduras e alergias solares e, a longo prazo, de envelhecimento e câncer de pele.

Câncer de Pele - Prevenção  O câncer de pele é o mais comum de todos os tipos de câncer. Existem basicamente dois tipos de câncer de pele

Câncer de Pele - Detecção Precoce  Fatores de risco mais comuns associados ao câncer de pele

Carcinoma Epidermoide de Pele  Esta lesão constitui-se da proliferação celular da camada epidermóide da pele (a mais superficial). Caracteriza-se por ser extremamente invasiva, ou seja, agressiva, podendo ocasionar metástase em cerca de 1 a 5% dos casos, representando seu carácter maligno

Melasma  São manchas acastanhadas na pele, ocorrendo em áreas expostas ao sol, principalmente no rosto e em mulheres de pele mais morena. Apenas 10% dos homens são acometidos.

Herpes Simples  A transmissão do vírus se faz preferentemente por contato direto pessoa – pessoa, mesmo que não haja lesão ativa.

Queimaduras  Queimadura é uma lesão em determinada parte do organismo desencadeada por um agente físico. Dependendo deste agente as queimaduras podem ser classificadas em queimaduras térmicas, elétricas e químicas.

Câncer e Coração  A maioria dos tumores do coração não tem origem no próprio coração, pois são mais freqüentemente oriundos de tumores à distância (metastáticos).

Carcinoma Basocelular  Esta lesão é a lesão maligna de pele mais frequente, representando cerca de 70% de todos os tipos. É comum em pessoas após os 40 anos de idade com pele clara.

Lipoma  Lipoma é um tumor benigno de tecido mole, mais especificamente de gordura mais, comum no adulto. Seu crescimento ocorre, frequentemente, de forma progressiva, agregando à pessoa acometida grande incômodo estético e físico.


Autor

Título: Melanoma

Link : | Data de Acesso : 01/10/2016 - Código do Conteúdo : Artigo 794 | Palavras-Chave : Melanoma - Cirurgia Geral - melanoma maligno , câncer de pele , tumores de pele , exposição solar , protetor solar , FPS, Fator de Proteção Solar , linfonodos , radioterapia , quimioterapia .





Aviso Legal

Proibida a reprodução integral ou parcial, para uso comercial, editorial ou republicação na internet, sem autorização mesmo que citada a fonte - (Inciso I do Artigo 29 - Lei 9.610/98). Permitido o uso para trabalhos escolares, sem autorização prévia, desde que não sejam republicados na internet. Os anúncios publicitários são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos anunciantes, não constituindo qualquer forma de indicação ou de interferência no conteúdo editorial. Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas através do site ABC DA SAUDE, o qual tem por objetivo a informação, divulgação e educação acerca de temas médicos, e cujos artigos expressam tão somente o ponto de vista dos seus respectivos autores. Tais informações não deverão, de forma alguma, ser utilizadas como substituto para o diagnóstico médico ou tratamento de qualquer doença sem antes consultar um médico.
Política Editorial : https://www.abcdasaude.com.br/sobre
© Copyright 2001-2016 - ABC da Saúde Informações Médicas Ltda. - Proibida a reprodução sem autorização - Todos os direitos reservados.


Publicidade/Advertisement




Notícias


Dieta do Medirrâneo / Dieta Mediterrânea
Publicidade/Advertisement

FUNDACRED - Crédito Educativo


Destaques