FOTOPROTEÇÃO

Sinônimos/nomes populares

Filtros solares, protetores solares.

O que é?

Os filtros solares são substâncias destinadas a proteger a pele do sol (das radiações ultravioletas A e B). A curto prazo, eles protegem a pele de queimaduras e alergias solares e, a longo prazo, de envelhecimento e câncer de pele. Eles podem agir de duas maneiras:
 

Filtros Químicos:
através da absorção dos raios ultravioletas, impedindo assim que a pele seja atingida.
Filtros Físicos ou de Barreira:
são substâncias opacas que formam uma película sobre a pele e refletem a luz como um espelho. Não são muito aceitos cosmeticamente (mais espessos e de difícil aplicação sobre a pele), mas apresentam menor sensibilização (alergia), sendo muito indicados para elevar a proteção solar e para crianças menores.


Exemplos mais comuns são oDióxido de Titânio e Óxido de Zinco.

O que é Fator de Proteção Solar (FPS)?

Os Fatores de Proteção Solar (FPS), presentes em todos filtros solares, são uma medida que indica quanto tempo uma pessoa pode ficar exposta, sem se queimar. Eles auxiliam na escolha do produto de acordo com o tipo de pele. Para peles mais claras, o tempo de exposição solar necessária para queimá-las é menor que para peles mais resistentes.

Portanto, as peles mais claras necessitam de filtros com FPS mais altos (FPS 30), enquanto que nas peles morenas (mais resistentes), um FPS mais baixo é suficiente para garantir a proteção solar (mas no mínimo FPS 15).

Os filtros com FPS maior que 30 parecem ter um risco maior de desenvolvimento de sensibilização cutânea (alergia de pele), devido ao aumento da concentração de filtros solares- devendo ser indicados pelo médico assistente, conforme a necessidade do uso.

De um modo geral, deve-se usar o filtro solar de maneira regular com um FPS entre 15 e 30, dependendo do tipo de pele, presença de doenças de pele, prática de esportes, altitude da região e condições ambientais. Superfícies como areia, neve e água podem refletir muito a luz solar.


Publicidade/Advertisement

Cuidados adicionais

Tão importante quanto o uso de filtros solares é o horário de exposição, devendo ser evitado entre 10:00 e 15:00 horas (período de maior incidência de radiação ultravioleta).

Apesar da sensação de frescor, até 50% da radiação solar pode atingir partes do corpo submersas na água. Dias nublados (mormaço) também emitem radiações com riscos de queimadura solar. Superfícies de vidro (óculos, vidros) bloqueiam toda radiação UVB e parte da UVA apenas.

Os idosos utilizando filtros solares (mesmo acima FPS 15) estão recebendo radiação solar adequada no que diz respeito ao risco de osteoporose.

Chapéu e roupas são protetores importantes da radiação solar (com FPS entre 8 e 12), mas camisetas molhadas e tecidos "porosos" permitem a passagem dos raios ultravioletas. Os guarda-sóis, por isso, devem ser de tecido de algodão o mais compacto e forrado possível e não os confeccionados com nylon fino. A proteção oferecida pelos tecidos depende da fibra, densidade e cor. Os tecidos sintéticos (poliéster) oferecem maior proteção que os de fibras naturais (como o algodão).

A presença de tintas aumenta consideravelmente a proteção.

O uso adequado de filtros solares implica em:
&nbsp

aplicação abundante e uniforme e antecedendo à exposição em média 30 minutos
reaplicação freqüente (a cada 2 horas e mais freqüente após exercícios físicos, mergulhos e transpiração excessiva)
não esquecer dos protetores labiais e óculos escuros
escolher a substância adequada, tais como não usar produtos oleosos em pacientes com acne e seborréia e não usar produtos em forma de gel em peles secas

Crianças

É extremamente importante o uso de protetores solares nas crianças, pois a exposição solar na infância até a adolescência é um dos maiores fatores de risco para o desenvolvimento de câncer de pele na vida adulta.

Escolha com seu médico o filtro mais adequado, principalmente para crianças pequenas (liberados pelo FDA a partir 6 meses de idade), nunca descuidando dos horários de exposição e cuidados como chapéus, camisetas, guarda-sóis, no sentido de protegê-los e educá-los para sempre se exporem com segurança ao sol.




Publicidade/Advertisement

Publicidade/Advertisement


RECOMENDADO PARA VOCÊ

Câncer de Pele - Detecção Precoce  Fatores de risco mais comuns associados ao câncer de pele

Câncer de Pele - Prevenção  O câncer de pele é o mais comum de todos os tipos de câncer. Existem basicamente dois tipos de câncer de pele

Melasma  São manchas acastanhadas na pele, ocorrendo em áreas expostas ao sol, principalmente no rosto e em mulheres de pele mais morena. Apenas 10% dos homens são acometidos.

Rejuvenescimento Facial  A ação da força da gravidade é um dos fatores que causa envelhecimento, por exemplo: na queda das "bochechas", no "queixo duplo", no aspecto triste que a sobrancelha caída aparenta.

Rosácea  É uma doença vascular inflamatória crônica, caracteriza-se por eritema, telangiectasias (vasos finos avermelhados), edema e pápulas, que podem ser acompanhados por pústulas e nódulos.

Melanoma  O melanoma é o tipo de câncer de pele mais letal que existe. Tem sua origem nos melanócitos que são células produtoras de melanina (substância que determina a cor da pele).

Carcinoma Epidermoide de Pele  Esta lesão constitui-se da proliferação celular da camada epidermóide da pele (a mais superficial). Caracteriza-se por ser extremamente invasiva, ou seja, agressiva, podendo ocasionar metástase em cerca de 1 a 5% dos casos, representando seu carácter maligno

Carcinoma Basocelular  Esta lesão é a lesão maligna de pele mais frequente, representando cerca de 70% de todos os tipos. É comum em pessoas após os 40 anos de idade com pele clara.

Febre  É a elevação da temperatura do corpo acima dos valores normais para o indivíduo. São aceitas como indicadores de febre as temperaturas: retal acima de 38º C e Axilar ou oral acima de 37,5º C.

Queimaduras em Crianças  Crianças menores de 5 anos de idade estão em grande risco de queimaduras devido à sua pele fina, demora de reação, pouca agilidade e grande curiosidade.


Autor

Título: Fotoproteção

Link : | Data de Acesso : 03/12/2016 - Código do Conteúdo : Artigo 204 | Palavras-Chave : Fotoproteção - Dermatologia - Proteção do Sol , Filtro Solar , Protetor Solar , Queimadura do Sol





Aviso Legal

Proibida a reprodução integral ou parcial, para uso comercial, editorial ou republicação na internet, sem autorização mesmo que citada a fonte - (Inciso I do Artigo 29 - Lei 9.610/98). Permitido o uso para trabalhos escolares, sem autorização prévia, desde que não sejam republicados na internet. Os anúncios publicitários são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos anunciantes, não constituindo qualquer forma de indicação ou de interferência no conteúdo editorial. Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas através do site ABC DA SAUDE, o qual tem por objetivo a informação, divulgação e educação acerca de temas médicos, e cujos artigos expressam tão somente o ponto de vista dos seus respectivos autores. Tais informações não deverão, de forma alguma, ser utilizadas como substituto para o diagnóstico médico ou tratamento de qualquer doença sem antes consultar um médico.
Política Editorial :https://www.abcdasaude.com.br/sobre
© Copyright 2001-2016 - ABC da Saúde Informações Médicas Ltda. - Proibida a reprodução sem autorização - Todos os direitos reservados.