FONOAUDIOLOGIA E VEDAMENTO LABIAL: QUAIS AS IMPLICAÇÕES?

A fonoaudiologia tem como objetivo o restabelecimento das funções de respiração, mastigação, deglutição e fala visando o equilíbrio destas funções e da musculatura da face.

O trabalho fonoaudiológico visa sobretudo prevenir, habilitar ou reabilitar estas funções.Entre as funções estomatognáticas, a respiração exerce função vital, fornece energia ao organismo, é responsável por trocas gasosas e é elemento básico para comunicação oral, além de propiciar o crescimento e desenvolvimento craniofacial.Alterações da função respiratória, que deve ser predominantemente nasal, alteram todo o equilíbrio morfofuncional do sistema estomatognático.

Que a respiração deve ser nasal não é novidade, mas nem sempre isso é possível devido a alguns impedimentos.Para que a respiração nasal ocorra é necessário que não existam obstruções nasais e/ou faríngeas, alterações oclusais (arcadas dentárias) que impeçam o selamento labial, nem alterações da musculatura oral e facial como flacidez dos músculos faciais, levando a abertura da boca e causando a respiração oral funcional, quando não há obstrução.

A falta de vedamento labial seja por alterações obstrutivas, oclusais, ou por mau hábito apenas, quando ocorre leva a alteração dos músculos que ficam ao redor dos lábios e do queixo. Em geral o músculo orbicular superior fica diminuído em seu tamanho, o orbicular inferior fica flácido e invertido e o músculo do queixo fica hipertenso por tentar compensar a falta do fechamento dos lábios. Sendo assim, pode-se inferir que o vedamento ineficiente de lábios ocorre devido a alguns fatores. São eles: problemas oclusais, como por exemplo, a biprotrusão dentária que projeta os lábios para frente, incompetência labial devido à diminuição do tônus, ou apenas por hábito, e respiração oral devido à obstrução das vias respiratórias superiores.

Nos casos onde a oclusão dentária está impedindo o vedamento labial, há necessidade de intervenção ortodôntica, já que a forma (oclusão dentária) está limitando a função (respiração nasal). No caso de problemas respiratórios de origem obstrutiva é necesária a avaliação e intervenção médica.Quando há incompetência labial devido a alterações da musculatura oral e facial ou respiração oral por hábito (funcional), é necessária a avaliação fonoaudiológica.

A avaliação fonoaudiológica tem como objetivos realizar diagnóstico preciso e planejar a terapia fonoaudiológica adequada para cada caso.O tratamento fonoaudiológico conscientizará o paciente sobre a importância e necessidade da respiração nasal, orientará a realização de exercícios, movimentos e massagens que alongam e adequam a musculatura que fica ao redor dos lábios, re-estabelecem o tônus e a postura.

O tratamento fonoaudiológico voltado para os distúrbios miofuncionais orofaciais visa, sobretudo, a estabilidade e harmonia entre forma e função.

O fonoaudiólogo é o profissional que propicia ao indivíduo boas condições para o vedamento labial, da mesma maneira que o ortodontista é o responsável pela oclusão dentária (arcadas dentárias) e o médico pela adequação da respiração nasal.

Deve-se ressaltar que não devemos chamar a atenção ou até exigir que crianças e adultos mantenham lábios ocluídos, quando não há condições para tal.O trabalho conjunto entre médico, ortodontista e fonoaudiólogo, com troca de informações, é o caminho mais indicado para o sucesso deste tipo de tratamento e maior satisfação dos pacientes.




Publicidade/Advertisement

Publicidade/Advertisement


RECOMENDADO PARA VOCÊ

Fonoaudiologia e Ortodontia  Alterações dentárias e ósseas podem interferir nas funções de mastigar, deglutir, falar e respirar. Assim como estas mesmas funções, quando não estão sendo realizadas de maneira adequada, podem causar ou contribuir para o surgimento de alterações dentárias.

Tratamento Fonoaudiológico e Ortodôntico  A Fonoaudiologia tem como um de seus objetivos o restabelecimento das funções respiratórias, mastigatórias, atos de deglutição e fala, visando o equilíbrio miofuncional.

Voz Educada, Saúde Cuidada  As alterações vocais afetam a vida pessoal, social e, sobretudo, a profissional, gerando ansiedade e angústia.

Estimulação Precoce e a Linguagem em Crianças Ouvintes e Surdas  As alterações diagnosticadas e tratadas o mais precocemente possível possibilitam melhor desenvolvimento da criança, a fim de que as dificuldades sejam minimizadas ou superadas.

Informações Sobre Ortodontia  O que é Ortodontia? Ortodontia é um ramo da odontologia que especializa-se no diagnóstico, prevenção e tratamento das irregularidades dentais e facias.

Amamentação  O esforço que o bebê faz para retirar o leite do seio de mãe estimula e trabalha toda a musculatura da boca e da face, preparando-a para que, em um futuro próximo, seja utilizada na mastigação e fonação

Respiração Bucal  A respiração bucal, frequentemente, é vista como um fato simples, mas que, a médio ou a longo prazo, poderá acarretar prejuízos, muitas vezes irrecuperáveis

Dificuldades e Transtornos de Aprendizagem na Infância e Adolescência  Os problemas de aprendizagem afetam negativamente a vida escolar, familiar, social e psíquica de muitas crianças e adolescentes, causando sofrimento e perda de autoestima. Sofrem, também, os pais e cuidadores, sentindo-se impotentes frente às dificuldades do filho.

Amamentação e Os Dentes e a Face  No bebê, o ato de se alimentar acontece através da sucção que é o primeiro estímulo responsável pelo crescimento facial.

Não Gosto da Minha Voz - Posso Mudá-La ?  Hoje, já é possível tratar-se pessoas com vozes não condizentes para sua idade ou sexo.


Autor

Título: Fonoaudiologia e Vedamento Labial: Quais As Implicações?

Link : | Data de Acesso : 10/12/2016 - Código do Conteúdo : Artigo 3039 | Palavras-Chave : Fonoaudiologia e Vedamento Labial: Quais As Implicações? - Fonoaudiologia - vedamento labial , exercícios, movimentos , massagens , tratamento fonoaudiológico , arcadas dentárias , oclusão dentária , respiração nasal .





Aviso Legal

Proibida a reprodução integral ou parcial, para uso comercial, editorial ou republicação na internet, sem autorização mesmo que citada a fonte - (Inciso I do Artigo 29 - Lei 9.610/98). Permitido o uso para trabalhos escolares, sem autorização prévia, desde que não sejam republicados na internet. Os anúncios publicitários são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos anunciantes, não constituindo qualquer forma de indicação ou de interferência no conteúdo editorial. Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas através do site ABC DA SAUDE, o qual tem por objetivo a informação, divulgação e educação acerca de temas médicos, e cujos artigos expressam tão somente o ponto de vista dos seus respectivos autores. Tais informações não deverão, de forma alguma, ser utilizadas como substituto para o diagnóstico médico ou tratamento de qualquer doença sem antes consultar um médico.
Política Editorial :https://www.abcdasaude.com.br/sobre
© Copyright 2001-2016 - ABC da Saúde Informações Médicas Ltda. - Proibida a reprodução sem autorização - Todos os direitos reservados.