Sobrepeso e obesidade na adolescência aumentam o risco de hipertensão na idade adulta - ABC da Saúde

Sobrepeso e obesidade na adolescência aumentam o risco de hipertensão na idade adulta

O excesso de peso na infância e na adolescência aumenta o risco de hipertensão (pressão alta) na idade adulta. Crianças e adolescentes com sobrepeso (índice de massa de 25 a 30) duplicam o risco de ter pressão alta quando adultos. Já crianças e adolescentes obesas (índice de massa de 30 a 35) quadriplicam o risco de ter pressão alta quando adultos. O índice de massa é a relação entre peso e altura.

A hipertensão é uma doença que normalmente não apresenta sintomas, e quando não tratada pode causar sérios danos à saúde, como ataque cardíaco, aterosclerose, insuficiência cardíaca, acidente vascular cerebral (derrame), perda de visão, doença renal, problemas de ereção, perda de memória, entre outros. O monitoramento da pressão é um aspecto importante para a prevenção do seu desenvolvimento.

A obesidade em adultos é um fator de risco conhecido para o desenvolvimento da hipertensão. Um novo estudo, apresentado na Sessão Científica de Pesquisa em Hipertensão da Associação Americana do Coração no último dia 12 de setembro, mostra que a obesidade e o sobrepeso na infância e adolescência predispõem a pessoa a ter hipertensão quando adulta. A pesquisa acompanhou 1117 adolescentes por 27 anos, desde 1986. Destes, 68% tinham peso normal na infância, 16% tinham sobrepeso e 16% eram obesos. Avaliados quando adultos, 6% dos que tinham peso normal na infância ficaram hipertensos, dos que tinham sobrepeso foram 14%, e dos que eram obesos 26% ficaram hipertensos.

Os autores da pesquisa salientam que este conjunto de resultados indicam que a doença cardíaca pode começar na infância. Muita atenção já têm sido dada às crianças obesas (índice de massa de 30 a 35), entretanto este estudo aponta para os perigos do sobrepeso (índice de massa de 25 a 30), que duplica o risco de hipertensão.

O sobrepeso e obesidade têm tido um crescimento entre crianças e adolescentes, crescimento este em grande parte atribuído à brusca mudança ocorrida no estilo de vida, principalmente ao sedentarismo e ao padrão alimentar.

A observação e acompanhamento mais rigorosos do peso das crianças e adolescentes passa ser um fator importantíssimo para a saúde atual e futura destes indivíduos.

Autor: Equipe ABC da Saúde

Referência Bibliográfica

  • - American Heart Association Meeting Report, September 12, 2013.

RECOMENDADO PARA VOCÊ

HIPERTENSÃO ARTERIAL (Pressão Alta)
HIPERTENSÃO - PREVENÇÃO E TRATAMENTO
OBESIDADE
DISLIPIDEMIAS
ABC DA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL
COLESTEROL
FATORES DE RISCO PARA DOENÇAS CARDÍACAS
EU POSSO FAZER EXERCÍCIOS?


Publicado em : 17/09/2013 13:26





Publicidade/Advertisement

Publicidade/Advertisement







Publicidade/Advertisement

Dieta do Medirrâneo / Dieta Mediterrânea
Publicidade/Advertisement


Notícias


FUNDACRED - Crédito Educativo


Destaques