Dieta e asma

O que é asma e atopia?

Asma é uma doença inflamatória crônica, caracterizada por diminuição do fluxo de ar, reversível espontaneamente ou com tratamento. Atopia (tendendência hereditária à manifestações alérgicas) é parte de um subgrupo das doenças respiratórias alérgicas, identificada através de um teste na pele onde é verificado o impacto de algumas substâncias, como: pó, ácaro, pêlos de animais, insetos entre outros, na resposta alérgica.

Nos últimos anos, observou-se um importante aumento na prevalência da asma e da atopia em diversas populações e, recentemente, os tipos de dieta foram associados com o aparecimento destas doenças.

Sinônimos:

asma brônquica, bronquite asmática, doenças respiratórias alérgicas.

Qual a relação com a dieta?

Está ocorrendo um aumento dos erros alimentares, com maior consumo de alimentos altamente calóricos, ricos em sal e gorduras e, pobres em vitaminas, minerais e fibras. A associação da dieta com o aumento das alergias respiratórias está relacionada a essas mudanças de hábitos alimentares, com baixas quantidades de antioxidantes e consumo inadequado de gorduras. A ingestão desequilibrada desses nutrientes está relacionada a baixa da imunidade e das defesas do organismo humano.

A insuficiente ingestão dietética de antioxidantes pode reduzir as defesas pulmonares, com aumento na susceptibilidade respiratória a danos oxidativos, resultando em inflamação respiratória e asma.

O mecanismo pelo qual se desenvolve a sensibilização e a inflamação nas vias aéreas pode ser promovido pelo aumento da ingestão de ácidos graxos ômega-6, derivados de margarinas hidrogenadas e óleos vegetais, a diminuição da ingestão de ômega-3 derivados de óleos de peixe, e diminuição na ingestão de antioxidantes (frutas e vegetais), o que contribui para o aumento da asma e atopia.

Diversos estudos demonstram risco reduzido de asma quando há alta ingestão de frutas e vegetais. Um estudo sobre dieta e suplementação com vitaminas e minerais antioxidantes entre mulheres com asma francesas, mostrou que a maior ingestão de tomates, cenouras, e vegetais folhosos leva a menor prevalência de asma. Os resultados sugerem que a ingestão de alguns vegetais pode diminuir a prevalência de asma no adulto. Admite-se que o alto consumo de maçãs possa proteger contra asma e doença pulmonar obstrutiva crônica, efeito atribuído ao conteúdo flavonóide. Os efeitos da suplementação de antioxidantes não tem os mesmos resultados da ingestão de frutas e vegetais.

Mudanças no estilo de vida nas últimas décadas são uma provável explicação para o aumento nas doenças alérgicas nesse período. O consumo de fast food é relacionado à prevalência de asma e alergia, conforme um estudo com 1321 crianças na Nova Zelândia, onde o consumo de hambúrguer foi um fator de risco para uma história de sibilância/chiado no peito, comparado com crianças que nunca comeram hamburguers.


Publicidade/Advertisement

O que se pode fazer?

O primeiro passo é avaliar como está a sua dieta. Uma dieta saudável não traz benefícios somente para as doenças respiratórias, como para a saúde geral do organismo. É importante buscar informações sobre as necessidades individuais de nutrientes e calorias que devem estar adequadas à sua idade, sexo, existência de doenças e atividades que são realizadas durante o dia.




Publicidade/Advertisement

Publicidade/Advertisement


RECOMENDADO PARA VOCÊ

Asma  A asma brônquica é uma doença pulmonar freqüente e que está aumentando em todo o mundo. Esta doença se caracteriza pela inflamação crônica das vias aéreas, o que determina o seu estreitamento, causando dificuldade respiratória

Obesidade e Asma  A obesidade é uma doença complexa que leva a complicações metabólicas e cardiovasculares, e os componentes inflamatórios da obesidade podem conduzir a um risco aumentado para asma.

Gestação e Problemas Respiratórios  Até 60% das grávidas sem doença pulmonar, têm dispnéia (dificuldade respiratória) que, geralmente, não produz restrição às atividades da gestante.

Rinite - Doenças Respiratórias com Tempo Seco  Muitas pessoas que pensam estar sempre com resfriado, na verdade, tem rinite alérgica. Esta doença se caracteriza por obstrução do nariz freqüente, espirros repetidos e coceira no nariz, olhos, garganta ou ouvidos.

Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica  É uma doença crônica dos pulmões que diminui a capacidade para a respiração. A maioria das pessoas com esta doença apresentam tanto as características da bronquite crônica quanto as do enfisema pulmonar.

Colesterol e Fibras  Uma dieta rica em fibras, além de ajudar na prevenção de doenças cardiovasculares, ajuda na prevenção do câncer de intestino grosso.

Orientações para Pacientes com Insuficiência Renal  Infelizmente, uma em cada 5.000 pessoas adoece dos rins por motivos diversos. Quando o rim adoece, ele não consegue realizar as tarefas para as quais foi programado, tornando-se insuficiente.

Sal: Necessário, mas na medida certa  Já está bem estabelecida a relação de causa e efeito entre consumo excessivo de sal e pressão alta, e dois estudos recentes ampliam as evidências desta relação.

Entendendo Melhor as Gorduras: Benefícios e Danos à Saúde  Muito se tem lido e ouvido falar sobre o colesterol, gorduras saturadas, gorduras trans, e os potenciais danos que o aumento destes compostos no sangue podem trazer à saúde.

Dieta e Câncer  Atualmente, alguns alimentos contribuem para o desenvolvimento do câncer, enquanto outros podem conduzir para menores chances de desenvolvimento da doença.


Autor

Título: Dieta e Asma

Link : | Data de Acesso : 03/12/2016 - Código do Conteúdo : Artigo 648 | Palavras-Chave : Dieta e Asma - Nutrição - doença inflamatória crônica , fluxo de ar , atopia , antioxidantes , dieta , inflamação respiratória , doença pulmonar obstrutiva crônica , doenças alérgicas .





Aviso Legal

Proibida a reprodução integral ou parcial, para uso comercial, editorial ou republicação na internet, sem autorização mesmo que citada a fonte - (Inciso I do Artigo 29 - Lei 9.610/98). Permitido o uso para trabalhos escolares, sem autorização prévia, desde que não sejam republicados na internet. Os anúncios publicitários são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos anunciantes, não constituindo qualquer forma de indicação ou de interferência no conteúdo editorial. Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas através do site ABC DA SAUDE, o qual tem por objetivo a informação, divulgação e educação acerca de temas médicos, e cujos artigos expressam tão somente o ponto de vista dos seus respectivos autores. Tais informações não deverão, de forma alguma, ser utilizadas como substituto para o diagnóstico médico ou tratamento de qualquer doença sem antes consultar um médico.
Política Editorial :https://www.abcdasaude.com.br/sobre
© Copyright 2001-2016 - ABC da Saúde Informações Médicas Ltda. - Proibida a reprodução sem autorização - Todos os direitos reservados.