CÂNCER DE BOCA

De uma maneira geral, quanto mais evidente for a alteração epitelial (camada mais externa dos tecidos) de uma lesão e quanto mais tempo permanecer, maior será a possibilidade de transformação maligna. Entretanto, não existe como prever se anormalidades de desenvolvimento celular (displasias ) leves ou graves progredirão ou não para um carcinoma.

Portanto, deve-se estar atento aos sinais identificadores de que alguma coisa não vai bem com sua boca: Feridas na cavidade bucal, com 15 ou mais dias de evolução, que não cicatrizam, precisam ser melhor investigadas. Alterações de cor (particularmente brancas ou vermelhas), consistência, tamanho ou formato, sugerem alterações celulares que podem ou não evoluir para uma neoplasia maligna. E carecem de avaliação por Cirurgião Dentista.

As lesões indolores, porém de longa evolução, são um sinal importante. O carcinoma quase nunca apresenta sinais dolorosos, apenas nos estágios muito avançados da doença. Portanto, dor não necessariamente é indicativo de câncer.

Pacientes maiores de 40 anos, tabagistas pesados (20 ou mais cigarros ao dia) e ou de longa duração (10 anos ou mais), alcoolistas crônicos (especialmente aqueles que ingerem destilados como uísque, vodka ou cachaça), que usam água muito quente no chimarrão ou que se expõem ao sol com frequência estão dentro do grupo de risco para o desenvolvimento de câncer na boca.

O cirurgião-dentista, profissional que normalmente tem o primeiro contato com o câncer bucal, esta preparado para diagnosticar ou encaminhar para outro profissional que avalie adequadamente o problema.

O termo “tumor” não é sinônimo de câncer, mas sim de um crescimento anormal dos tecidos, assim como o “cisto”. Portanto, não dê ouvidos a leigos que, sem o conhecimento da causa, consideram qualquer lesão com crescimento exagerado como câncer.

Tumor, ou neoplasia maligna, só é assim considerado quando vier acompanhado por sinais e sintomas específicos identificados pelo cirurgião-dentista, como história clínica, ausência de limites na lesão, geralmente indolor e de crescimento lento e envolvimento de gânglios linfáticos (“ínguas”). Mesmo com estes dados presentes, a lesão maligna só é confirmada após biópsia (exame que identifica, ao microscópio, as invasões de epitélio no tecido sadio), e deverá ser tratada por médico oncologista. Ao cirurgião-dentista cabe o exame clínico e diagnóstico.

Os termos “lesão”, “tumor”, “crescimento” e “biópsia” denotam terríveis conotações para o paciente. Porém, é bom saber que a maioria das lesões encontradas nas regiões oral e maxilofacial é benigna, tendo completa resolução com o tratamento e o diagnóstico precoces.

Não tenha medo! Se tiver dúvida a respeito da sua saúde bucal, consulte o cirurgião-dentista da sua confiança. Ele é o profissional que pode esclarecer e sanar os seus problemas bucais.




Publicidade/Advertisement

Publicidade/Advertisement


RECOMENDADO PARA VOCÊ

Câncer Oral - Detecção Precoce  Fatores de risco mais comuns associados ao câncer da boca

Câncer Oral - Prevenção  O câncer oral é aquele que acomete a porção da garganta para frente, ou seja toda a parte visível da boca até os lábios. O seu local mais comum é o assoalho da boca, embaixo da língua, a porção lateral da língua e o palato mole

Tumores Odontogênicos: A Importância do Diagnóstico Precoce  Os tumores odontogênicos, também chamados de mixomas ou neoplasias bucais são lesões derivadas dos remanescentes celulares que se originam durante a formação e erupcionamento (“nascimento”) dentários, não devendo ser confundidos com neoplasias malignas, do tipo câncer.

Doenças das Glândulas Salivares  Ao perceber algum aumento de volume ou dor na região das glândulas salivares, procurar imediatamente o médico.

Câncer - Prevenção  Prevenção em câncer é reduzir a possibilidade do aparecimento de qualquer tipo de câncer.

Problemas na Mandíbula  O ato de mastigar é mais complexo do que nos parece! Vários grupos musculares, ligamentos, articulações, ossos e as arcadas dentárias são responsáveis pela coordenada e harmônica abertura e fechamento da mandíbula.

Pacientes Oncológicos na Odontologia  Complicações bucais mais freqüentes da radioterapia de cabeça e pescoço, as quais dependem da dose, do tempo e do campo exposto à radiação

Mau Hálito  Consiste nos odores desagradáveis oriundos da cavidade bucal ou através da respiração.

Dentes na Aparência Física  Padrões de beleza variam de cultura para cultura, mas a maioria das pessoas valorizam muito mais características faciais bem equilibradas, principalmente na região da boca.

Higiene Oral e Doença Periodontal  As doenças periodontais, cujo fator etiológico primário é o biofilme dental (comunidades de bactérias presentes na cavidade bucal), é uma das grandes responsáveis pela perda de dentes em adultos.


Autor

Título: Câncer de Boca

Link : | Data de Acesso : 05/12/2016 - Código do Conteúdo : Artigo 717 | Palavras-Chave : Câncer de Boca - Odontologia - alteração epitelial , carcinoma , neoplasia maligna , lesão , tumor , biópsia , crescimento anormal dos tecidos , diagnóstico precoce .





Aviso Legal

Proibida a reprodução integral ou parcial, para uso comercial, editorial ou republicação na internet, sem autorização mesmo que citada a fonte - (Inciso I do Artigo 29 - Lei 9.610/98). Permitido o uso para trabalhos escolares, sem autorização prévia, desde que não sejam republicados na internet. Os anúncios publicitários são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos anunciantes, não constituindo qualquer forma de indicação ou de interferência no conteúdo editorial. Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas através do site ABC DA SAUDE, o qual tem por objetivo a informação, divulgação e educação acerca de temas médicos, e cujos artigos expressam tão somente o ponto de vista dos seus respectivos autores. Tais informações não deverão, de forma alguma, ser utilizadas como substituto para o diagnóstico médico ou tratamento de qualquer doença sem antes consultar um médico.
Política Editorial :https://www.abcdasaude.com.br/sobre
© Copyright 2001-2016 - ABC da Saúde Informações Médicas Ltda. - Proibida a reprodução sem autorização - Todos os direitos reservados.