Ortodontia Invisível

ORTODONTIA INVISÍVEL – ALINHADORES TRANSPARENTES (aligners): ESTÉTICA E DISCRIÇÃO

Há muito tempo que a Ortodontia, especialidade da Odontologia que corrige a posição dos dentes e a relação entre as arcadas dentárias, vem atraindo a atenção dos pacientes, principalmente dos adultos. Para isso, várias opções de aparelhos foram desenvolvidas, no sentido de tornar o tratamento ortodôntico menos doloroso e muito mais estético, e assim poder atender aos anseios dos pacientes, mesmo aqueles mais exigentes.

As opções vão desde a instalação de aparelhos fixos estéticos cerâmicos ou em safira – em substituição aos aparelhos metálicos tradicionais – até a utilização de aparelhos linguais, fixados por trás dos dentes e tornando o tratamento praticamente invisível (ver artigo em www.abcdasaude.com.br/artigo.php?712).

Figura 1. Aparelho aligner: destaca-se sua transparência, o que caracteriza a discrição e a estética do aparelho.

Nesse contexto, uma alternativa de tratamento ortodôntico vem ganhando adeptos entre pacientes e ortodontistas, e crescendo a cada dia, na medida em que a exigência pela estética esteja cada vez mais valorizada: os aparelhos alinhadores transparentes ou, simplesmente, os conhecidos aligners (Fig. 1).

Atualmente, existe uma grande variedade de alinhadores transparentes. A semelhança entre os sistemas mencionados está baseada no propósito estético e no modo de utilização, ou seja, são aparelhos removíveis que vão sendo trocados, conforme os dentes se movimentam em direção à sua posição ideal.

Em outras palavras, o primeiro alinhador possui os encaixes dos dentes em posições mais corretas do que a arcada original do paciente. Depois que os dentes são movimentados por esse aparelho inicial, o paciente recebe um segundo alinhador com um formato mais próximo do ideal e assim, sucessivamente, até finalizar o tratamento.

Quais as indicações dos aligners?

Como o próprio nome diz, são os aparelhos ideais para os casos que necessitam de alinhamentos dentários, ou seja, casos simples em que os dentes estejam um pouco fora de posição, embora casos mais complexos têm sido tratados pelo ortodontistas com alguma frequência. Também são utilizados para complementar os tratamentos ortodônticos com aparelhos fixos, ou seja, para realizar pequenos movimentos no final do tratamento.

O tempo de tratamento com os aligners é o mesmo se comparado aos tratamentos convencionais?

A resposta a esta pergunta depende muito da colaboração do paciente. Como o aparelho é removível, ou seja, retirado para comer e escovar os dentes, a participação do paciente no tratamento é determinante.

Nesse sentido, os aparelhos removíveis são mais adequados àqueles que tenham mais disciplina se comparados aos aparelhos fixos, embora esses últimos demandem cuidados extras com a higiene e alimentação. Também é importante considerar a complexidade do caso, pois quanto mais difícil o tratamento, maior a necessidade de movimentos dentais e, consequentemente, mais seria indicado a utilização de aparelhos fixos.

Nos casos bem indicados, em pacientes orientados e profissionais capacitados, o tratamento com aligners pode ser tão ou até mais rápido do que os aparelhos fixos (Fig. 2).

Figura 2. Tratamento com aparelho aligner: foram utilizados 3 alinhadores para chegar ao resultado final (tempo de tratamento: 4 meses e 15 dias).

Como é a adaptação com os aligners?

Geralmente são muito bem tolerados, embora algum desconforto seja esperado na ativação do aparelho, o que é normal e deve ceder em alguns dias, sem a necessidade de analgésicos. Nesse ponto é fundamental a persistência do paciente: se os aparelhos são retirados sempre que incomodarem um pouco, os dentes não se movimentam e o tratamento não progride. Também se espera uma ligeira modificação na dicção, o que é variável de pessoa para pessoa e, na maioria das vezes, é quase imperceptível e temporário.

O tratamento com os aligners são muito caros?

A determinação do preço de um tratamento ortodôntico é muito variável e é difícil determinar valores médios, já que depende do número de alinhadores exigido para cada caso, além da capacitação do profissional e costume do local. O que é certo afirmar é que há várias opções de tratamentos com aparelhos aligners (com variações de preços) e, na medida em que mais ortodontistas oferecerem o serviço, espera-se maior acessibilidade aos bolsos dos pacientes.

Toda tecnologia aplicada aos aligners vem se aprimorando, na medida em que esses recursos passam a ser conhecidos e, efetivamente, exigidos pelos pacientes. Conclui-se que a Ortodontia é uma ciência dinâmica, que vem se adaptando aos desejos daqueles mais exigentes, ampliando a aceitação aos aparelhos pelos pacientes e beneficiando a saúde e a harmonia do sorriso de forma definitiva e cada vez mais estética (Fig. 3).

Figura 3. Tratamento ortodôntico com aligner, onde se observa a estética do procedimento em direção à tão desejável harmonia do sorriso.