CONDROBLASTOMA

O que é?

O Condroblastoma, também conhecido como tumor de Condman, é um tumor ósseo primário de células cartilaginosas imaturas, classificado como benigno ativo.

O tumor que costuma acometer a epífise dos ossos longos, em alguns casos alcança a região metafisária. Os ossos mais acometidos são o úmero proximal, tíbia proximal, fêmur distal. Os homens são mais afetados do que as mulheres e a época mais freqüente encontra-se entre 10 e 20 anos de idade.

O que se sente?

Os sintomas normalmente são mínimos, mas a dor e o edema podem estar presentes no local do tumor. Pelo fato do Condroblastoma ocorrer com maior freqüência nas epífises, pode-se ter alguma limitação articular.


Publicidade/Advertisement

Como se faz o diagnóstico?

O diagnóstico é feito após a análise da história, exame físico, exames de imagem e anatomopatológico e sua correlação com os diagnósticos diferenciais (displasia fibrosa, encondroma, tumor de células gigantes, condrossarcoma, infecção, fibroma condromixóide).

O que são esses exames?

Exames de imagem
 

Radiografias:

O aspecto radiográfico é de uma lesão lítica, redonda ou oval, localizada. A cortical óssea pode estar insuflada e o osso subcondra destruído dando a impressão da lesão se comunicar com a articulação.

Tomografia computadorizada e ressonância magnético nuclear:

São úteis para avaliar com maior precisão a localização e extensão da lesão na epífise, a presença de calcificações no interior e o comprometimento da placa de crescimento.

Anatomia Patológica

Aparece tecido muito celular e relativamente indiferenciado, constituído por células redondas ou poligonais, semelhantes aos condroblastos, e por células gigantes multinucleares do tipo osteoclástico isoladas ou em grupos.

Como se trata?

O tratamento recomendado é a curetagem da lesão com enxertia óssea, com cuidado para não danificar a placa de crescimento ou a cartilagem articular. A curetagem simples sem enxertia é acompanhada de maior risco de recidiva local.


Publicidade/Advertisement

Publicidade/Advertisement


RECOMENDADO PARA VOCÊ

Dor no Calcâneo  É um dos motivos mais freqüentes de atendimento ortopédico e pode ter várias causas, mas sem dúvidas a mais freqüente é a Fasceite Plantar, que é a inflamação da fascia plantar.

Tumor de Ewing  Descrito inicialmente por James Ewing, o tumor de Ewing é um tumor maligno primitivo de osso, relativamente raro. O tumor costuma acometer indivíduos entre 5 e 20 anos de idade com maior freqüência do sexo masculino, sendo raro nos negros.

Luxação Recidivante da Patela  A luxação da patela ou da rótula é a perda da relação anatômica normal entre o sulco femoral distal e um pequeno osso que fica a sua frente chamado patela. Quanto a etiologia é sempre traumática apesar de que às vezes o trauma é mínimo ou apenas um torção do joelho pode levar a rótula a sair do seu lugar normal.

Lesões do Manguito Rotador  O manguito rotador é o grupo de músculos (subescapular, supra-espinhoso, infra-espinhoso e redondo menor) que cobre a cabeça do úmero e tem grande importância na estabilização, na força e na mobilidade do ombro.

Pé Chato  O pé chato, na maioria das vezes, não gera dor alguma, e portanto a criança não apresenta queixas.

Terapia por Ondas de Choque – TOC  A onda de choque (ou onda de impacto) é um pulso sônico ou uma energia cinética. Sua força de transmissão depende das propriedades físicas do tecido aplicado (líquido ou sólido). Por isso, existem equipamentos específicos para utilização em cada área: urologia e ortopedia.

Hormônio do Crescimento  É importante para o crescimento desde os primeiros anos de vida até o fechamento das cartilagens de crescimento dos ossos (epífises), o que ocorre no final da puberdade, em geral, entre os 15 e os 20 anos de idade.

Dores do Crescimento  É uma das causas mais comuns de consultas em reumatologia pediátrica. Cerca de 25% das crianças que procuram o reumatologista pediátrico, queixam-se de dores nas pernas, e as chamadas "Dores do Crescimento" são certamente a causa mais comum dessas dores.

Mitos e Verdades sobre a Coluna Vertebral  A dor localizada na região lombar pode se tornar crônica se não intervirmos na eliminação ou atenuação dos problemas que desencadeiam a lombalgia.

Luxação Recidivante do Ombro  É a perda da relação anatômica normal entre a cabeça do úmero e o ombro (cavidade glenóide). Quanto à etiologia, pode ser traumática ou atraumática.


Autor

Título: Condroblastoma

Link : | Data de Acesso : 29/09/2016 - Código do Conteúdo : Artigo 92 | Palavras-Chave : Condroblastoma - Ortopedia e Traumatologia - Tumor do Osso , Neoplasia do Osso , Tumor de Condman , Tumor dos Ossos





Aviso Legal

Proibida a reprodução integral ou parcial, para uso comercial, editorial ou republicação na internet, sem autorização mesmo que citada a fonte - (Inciso I do Artigo 29 - Lei 9.610/98). Permitido o uso para trabalhos escolares, sem autorização prévia, desde que não sejam republicados na internet. Os anúncios publicitários são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos anunciantes, não constituindo qualquer forma de indicação ou de interferência no conteúdo editorial. Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas através do site ABC DA SAUDE, o qual tem por objetivo a informação, divulgação e educação acerca de temas médicos, e cujos artigos expressam tão somente o ponto de vista dos seus respectivos autores. Tais informações não deverão, de forma alguma, ser utilizadas como substituto para o diagnóstico médico ou tratamento de qualquer doença sem antes consultar um médico.
Política Editorial : https://www.abcdasaude.com.br/sobre
© Copyright 2001-2016 - ABC da Saúde Informações Médicas Ltda. - Proibida a reprodução sem autorização - Todos os direitos reservados.


Publicidade/Advertisement




Notícias


Dieta do Medirrâneo / Dieta Mediterrânea
Publicidade/Advertisement

FUNDACRED - Crédito Educativo


Destaques