PRELIMINARES

Quando se fala em sexo, não se deve pensar somente nos órgãos sexuais. Nosso corpo possui milhares de pontos ou zonas erógenas que, por meio do toque e da troca de carícias, estimulam o prazer. Muitos casais conhecem o poder das preliminares e se sentem satisfeitos somente com elas. Para alguns, a sensação é bem mais agradável nessa etapa do que no sexo em si. Ainda assim, muitos homens atuam no modo econômico no momento do aquecimento sexual, não o vendo como uma parte do sexo, mas algo sem valor, visando aquilo que interessa – a penetração - abreviando, dessa forma, a relação sexual, numa manifestação puramente genital. É sabido que homens e mulheres encaram de forma bem diferente o momento que vem antes da penetração. Enquanto eles focalizam suas zonas erógenas em seu aparelho genital, elas têm como característica precisar de mais tempo dedicado às preliminares. Muitas chegam a considerar seus parceiros egoístas, sentindo-se como objetos sexuais por não conhecerem a importância da preliminar para aumentar e intensificar a excitação sexual.

Fato é que a sexualidade não precisa ser resumida ao encontro dos genitais. O antes e o depois é tão importante quanto o durante, pois é através das preliminares que o corpo se prepara para o ato em si. Elas são desencadeadoras da resposta sexual, permitindo assim que a excitação aumente, ocorrendo alterações fisiológicas, tanto nas mulheres quanto nos homens. Neles, o pênis se enche de sangue e nelas ocorre tanto a lubrificação como o alongamento da vagina para que o pênis possa ser recebido sem qualquer tipo incômodo.

Assim, é preciso que tenhamos em mente que as preliminares são capazes de desencadear o desejo. A troca de carícias gera um aumento da excitação que, por sua vez, aumenta o prazer sexual, tornando o sexo muito mais intenso, ou seja, o que acontece antes influencia no prazer durante e após. Por conta disso, as preliminares são capazes de colocar os dois na mesma sintonia, não fazendo do sexo um ato mecânico e solitário, enquanto a sua falta pode deixar a resposta sexual inibida, e levar a disfunções sexuais.

Já foi dito que alguns homens têm uma necessidade sexual específica, com sua concentração presa ao orgasmo. Somado a isso, algumas mulheres ainda não sabem como pedir que valorizem suas necessidades. Não é de hoje que sabemos que elas desejam que o sexo não seja focado só no ato, o que pode ser uma boa experiência para que o casal aprenda a aumentar seu contato com o prazer. A atenção, o amor e o respeito por si e pelo outro são fundamentais para o sexo prazeroso. Além do homem e da mulher, o relacionamento pode se beneficiar muito com as preliminares. Cabe ao parceiro insatisfeito conversar sobre onde quer ser tocado, como gosta e o que espera do sexo, o que demanda um autoconhecimento de necessidades e desejos, além do conhecimento dos processos fisiológicos durante a excitação e obtenção de prazer.

Vale ressaltar que o sexo é uma continuidade da sexualidade que o casal se permite exercer durante o dia-a-dia. Mas, o período que deve ser utilizado com as preliminares varia de casal para casal. Em geral, ser carinhoso e criativo já é um bom passo. É preciso ler as reações, pois, em alguns momentos, as preliminares podem até serem deixadas de lado. Ou seja, não há receita pronta para o que pode ser considerado um bom começo. É preciso sentir o clima, perceber o que se quer daquele momento e o que se busca naquele encontro. Muito mais do que dicas ‘especializadas’, o ingrediente fundamental é a espontaneidade, que ajuda na liberação da inibição e na disponibilidade da entrega.




Publicidade/Advertisement

RECOMENDADO PARA VOCÊ

Segredos Para Uma Vida Sexual Feliz - Dicas Para as Mulheres  Não espere só pelo orgasmo. Ele depende de desejos, entregas, sem egoísmo ou obrigação. O orgasmo é conseqüência de um sexo saudável.

Segredos Para Uma Vida Sexual Feliz - Dicas Para os Homens  Respeite o seu corpo. As mulheres esperam muito mais por carinho, atenção e cuidado do que um desempenho sexual incansável.

Armadilhas do Desejo  O excitante é a novidade, o que vem implícita através dela. E a acomodação, o veneno para o desejo.

Anatomia e Fisiologia Sexual: Como a Coisa Funciona?  Claro que é preciso ter desejo para se buscar um bom sexo, mas sem um bom funcionamento da nossa "aparelhagem sexual", não há condições

Brinquedos Sexuais  Podemos considerar acessórios eróticos todo e qualquer objeto que insinue ou que é usado com a finalidade de excitar a si ou ao parceiro.

Vibradores  Tais aparelhos foram idealizados com finalidade médica, em meados do século XIX, vindo de um massageador a vapor para o tratamento da histeria.

Cuidados com o Sexo e suas Variações  Se você acha que só é possível sentir prazer com a penetração, engana-se.

Por Uma Nova Terapia Sexual  Os problemas sexuais podem surgir de uma série de causas diferentes. Podem ser desencadeados por problemas físicos (orgânicos) e/ou emocionais (psíquicos).

Fantasias Sexuais  Muitas fantasias sexuais são transformadas em realidade e outras tantas servem de estímulo para o relacionamento sexual ou porque a relação está morna ou porque se tem vontade de incrementá-la um pouco mais

Sadomasoquismo  Os praticantes são divididos em mestres e escravos. Os primeiros ocupam o papel ativo, e dedicam-se a explorar a dor e o prazer de seu escravo que, por sua vez, deve proporcionar o máximo de prazer atráves de sua dor.


Autor

Título: Preliminares

Link : | Data de Acesso : 10/12/2016 - Código do Conteúdo : Artigo 796 | Palavras-Chave : Preliminares - Sexologia - Carícias sexuais , Desejo , sexualidade , prazer sexual , preliminares , relação sexual , penetração , zonas erógenas , estímulos , excitação , obtenção de prazer , esposta sexual inibida .





Aviso Legal

Proibida a reprodução integral ou parcial, para uso comercial, editorial ou republicação na internet, sem autorização mesmo que citada a fonte - (Inciso I do Artigo 29 - Lei 9.610/98). Permitido o uso para trabalhos escolares, sem autorização prévia, desde que não sejam republicados na internet. Os anúncios publicitários são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos anunciantes, não constituindo qualquer forma de indicação ou de interferência no conteúdo editorial. Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas através do site ABC DA SAUDE, o qual tem por objetivo a informação, divulgação e educação acerca de temas médicos, e cujos artigos expressam tão somente o ponto de vista dos seus respectivos autores. Tais informações não deverão, de forma alguma, ser utilizadas como substituto para o diagnóstico médico ou tratamento de qualquer doença sem antes consultar um médico.
Política Editorial :https://www.abcdasaude.com.br/sobre
© Copyright 2001-2016 - ABC da Saúde Informações Médicas Ltda. - Proibida a reprodução sem autorização - Todos os direitos reservados.