SEXO E CONDIÇÕES ESPECIAIS:

Transtornos neurológicos e Diabetes mellitus

Transtornos neurológicos

Define-se um transtorno neurológico quando a pessoa sofre alguma lesão em seu Sistema Nervoso Central (SNC), com parcial ou total paralisia como conseqüência. A pessoa que sofre tal dano terá comprometimento de múltiplas funções em sua vida, entre elas a sexual. No entanto, a medicina já tem suas armas para melhoria da qualidade de vida desses indivíduos.

Qualquer crise acidental na vida de alguém (crise acidental sendo vista como algum acontecimento não esperado que traz danos à vida) implica uma readaptação em um novo estilo de vida.

A pessoa geralmente passa por uma fase de negação do que ocorreu com ela, depois por uma fase de rebeldia, com muita agressividade voltada a si mesma e aos mais próximos e depois entra em depressão, uma tristeza e desesperança profunda, com desmotivação para a vida.

É necessário muito apoio dos familiares e, acima de tudo, tolerância. A pessoa fica desmotivada também para o sexo, podendo recuperar o desejo somente depois de superar tal crise.

Alguns tipos de transtornos do SNC causados por acidentes automobilísticos, por exemplo, ocorrem com jovens ainda em plena atividade sexual e sem filhos. Muitas famílias se desestruturam também por esse motivo: medo da incapacidade de ter filhos.

O homem com lesão na espinha dorsal pode ficar impotente, mas boa parte deles recupera a ereção e até pode ser capaz de manter relações sexuais. É a ejaculação que se torna um problema maior. Pode-se usar a técnica de eletrodos na região do reto para estimular a saída de esperma, mas geralmente a quantidade não é suficiente para inseminar artificialmente a parceira. Existem outras técnicas disponíveis a um custo maior que possibilitam a efetiva extração de sêmen para fertilização.

Na mulher a situação é um pouco diferente. Ela pode engravidar e ter bebês mesmo com lesão da coluna. Ela perde sua sensibilidade clitoridiana e o orgasmo é muito difícil. Isso não quer dizer absolutamente que a mulher não tenha desejo algum. Ela pode usufruir de uma vida sexual satisfatória de mútuo prazer com apoio de seu parceiro.

Diabetes Mellitus (DM)

Essa doença pode afetar múltiplas funções orgânicas, inclusive a sexual. Em média, 25% das mulheres e 50% dos homens apresentam algum tipo de problema sexual decorrente do Diabetes Mellitus.

No homem

Pode apresentar impotência sexual parcial ou total, não conseguindo uma ereção ou não podendo mantê-la por muito tempo. Pode ser um problema emocional ou mesmo orgânico (quando a doença é crônica).

O DM a longo prazo pode comprometer o sistema de vasos sangüíneos e o sistema neurológico periférico. Nesses casos a prótese peniana tem sido recomendada. Mas antes dessa medida mais radical, pode-se tentar uma série de métodos, entre eles algumas medicações que provocam a ereção (alguns antidepressivos, algumas drogas injetáveis ou as do tipo do Sildenafil).

Na mulher

As mulheres com DM sofrem de vulvovaginites de repetição (infecções na vagina que causam dor, ardência e muitas vezes coceira). O sexo torna-se desconfortável e ela passa a evitá-lo, diminuindo muito seu desejo sexual.

As pesquisas sexuais com mulheres diabéticas são um tanto complicadas, devido ao fato de sua excitação não ser aparente como a do homem(que tem ereção). No entanto, sabe-se que o estímulo clitoridiano deve ser mais intenso para provocar a excitação.

Recomendações

Não deixe de colocar suas dúvidas ao seu médico em relação à sua sexualidade, pois, caso ele não esteja instrumentalizado para orientá-lo, pode indicar um terapeuta sexual.

A vida sexual no ser humano vai muito além de um simples contato pênis-vagina. Muitas técnicas podem ser utilizadas para manter e aumentar seu prazer sexual.

Caso não haja comprometimento orgânico, o terapeuta sexual pode iniciar um tipo de tratamento chamado cognitivo-comportamental para melhoria da qualidade da vida sexual do paciente e de sua parceira ou da paciente e seu parceiro. Não deixe de lado sua vida sexual. Procure orientação especializada!


Publicidade/Advertisement

RECOMENDADO PARA VOCÊ

Diabetes  Doença provocada pela deficiência de produção e/ou de ação da insulina, que leva a sintomas agudos e a complicações crônicas características.

Mitos e Verdades sobre a Coluna Vertebral  A dor localizada na região lombar pode se tornar crônica se não intervirmos na eliminação ou atenuação dos problemas que desencadeiam a lombalgia.

Esclerose Múltipla  doença do sistema nervoso central, de lenta progressão, cuja evolução é imprevisível e muito variada. No início podem haver períodos longos de meses ou anos entre um episódio ou outro, mas os intervalos tendem a diminuir e eventualmente ocorre a incapacitação progressiva e permanente.

Esclerose Lateral Amiotrófica  A Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA) faz parte, junto com a Atrofia Muscular Espinal Progressiva e a Paralisia Bulbar Progressiva, de um grupo de doenças do neurônio motor (Atrofias Musculares Neurogênicas) de etiologia desconhecida, sendo distúrbios caracterizados por fraqueza muscular e atrofia por denervação.

Transtorno do Estresse Pós-Traumático  Acontece quando se vivencia um trauma emocional de grande magnitude. Esses traumas incluem guerras, catástrofes naturais, agressão física, estupro e sérios acidentes.

Acidente Vascular Cerebral  É uma doença caracterizada pelo início agudo de um deficit neurológico (diminuição da função) que persiste por pelo menos 24 horas

Disfunção Erétil  Disfunção sexual masculina vulgarmente chamada de impotência afeta milhões de homens no mundo inteiro em diversas idades

Tipos de Problema Sexual  Os problemas sexuais são conhecidos como Transtornos Sexuais na linguagem médica. Dividem-se em três grandes grupos

Como Conversar Sobre Sexo com o Parceiro  Se hoje em dia fazer sexo é algo comum, sua prática ainda traz angústias. Um assunto misterioso pela quantidade de desinformação fazendo com que as pessoas fiquem perdidas não só no que dizer mas como dizer. Então, como lidar com a sexualidade de forma mais saudável?




Autor

Título: Sexo e Condições Especiais

Link : | Data de Acesso : 29/09/2016 - Código do Conteúdo : Artigo 381 | Palavras-Chave : Sexo e Condições Especiais - Sexologia - Sexo e Diabete , Diabetes Mellitus , impotência sexual , terapeuta sexual , Sistema Nervoso Central .





Aviso Legal

Proibida a reprodução integral ou parcial, para uso comercial, editorial ou republicação na internet, sem autorização mesmo que citada a fonte - (Inciso I do Artigo 29 - Lei 9.610/98). Permitido o uso para trabalhos escolares, sem autorização prévia, desde que não sejam republicados na internet. Os anúncios publicitários são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos anunciantes, não constituindo qualquer forma de indicação ou de interferência no conteúdo editorial. Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas através do site ABC DA SAUDE, o qual tem por objetivo a informação, divulgação e educação acerca de temas médicos, e cujos artigos expressam tão somente o ponto de vista dos seus respectivos autores. Tais informações não deverão, de forma alguma, ser utilizadas como substituto para o diagnóstico médico ou tratamento de qualquer doença sem antes consultar um médico.
Política Editorial : https://www.abcdasaude.com.br/sobre
© Copyright 2001-2016 - ABC da Saúde Informações Médicas Ltda. - Proibida a reprodução sem autorização - Todos os direitos reservados.




Notícias


Dieta do Medirrâneo / Dieta Mediterrânea
Publicidade/Advertisement

FUNDACRED - Crédito Educativo


Destaques