ERISIPELA

Sinônimos:

Linfangite estreptocócica

O que é?

É uma infecção da pele causada geralmente pela bactéria Streptococcus pyogenes grupo A, mas também pode ser causada por outros estreptococos ou até por estafilococos. Manifesta-se, principalmente, em pernas e pés mas pode também aparecer em membros superiores, tronco e face.

Como se desenvolve?

A partir de lesão causada por fungos (frieira) entre os dedos dos pés, arranhões na pele, bolhas nos pés produzidas por calçado, corte de calos ou cutículas, coçadura de alguma picada de inseto com as unhas, pacientes com insuficiência venosa crônica ou com diminuição do número de linfáticos têm uma predisposição maior de adquirir a doença, como é o caso de pacientes submetidas à mastectomia, portadoras de linfedema. Diabéticos e obesos também apresentam mais predisposição.

O que se sente?

No período de incubação, que é de um a oito dias, aparece mal-estar, desânimo, dor de cabeça, náusea e vômitos, seguidos de febre alta e aparecimento de manchas vermelhas com aspecto de casca de laranja, bolhas pequenas ou grandes, quase sempre nas pernas e, às vezes, na face, tronco ou braços. As manchas na pele, no início, apresentam somente aumento de temperatura, mas logo se tornam bastante dolorosas. A febre costuma permanecer de um a quatro dias e pode regredir espontaneamente, causando uma enorme prostração.

Como se faz o diagnóstico?

Exames laboratoriais são geralmente dispensáveis para se fazer o diagnóstico, mas são importantes para acompanhar a evolução do paciente. O diagnóstico é feito basicamente através do exame clínico.

Como se trata?

A crise de erisipela deve ser tratada com antibióticos, sempre que possível. Usa-se uma dose do ataque e se mantém o tratamento por um período prolongado para evitar recidivas. O tratamento deve ser iniciado assim que detectada a doença para evitar complicações como abcessos, úlceras (feridas), e o linfedema (edema duro e persistente) que pode ser o resultado de vários surtos de erisipela.

Como se previne?
 

Após banho, secar bem entre os dedos dos pés.
Usar meias limpas todos os dias, dando preferência às meias de algodão.
Usar fungicidas metodicamente em pó, spray ou cremes.
Evitar traumas à pele ou calçados impróprios.
Cuidados com a depilação para não causar danos à pele.
Cuidados com pedicure pois esta é uma das maiores causas de danos à pele.






Publicidade/Advertisement

Publicidade/Advertisement


LEIA TAMBÉM

Micoses Superficiais  Micoses superficiais são doenças provocadas por fungos, os quais são limitados à pele, aos pêlos, as unhas e às mucosas.



Obesidade  Enfermidade caracterizada pelo acúmulo excessivo de gordura corporal, associada a problemas de saúde, ou seja, que traz prejuízos à saúde do indivíduo.

Micoses Superficiais  Micoses superficiais são doenças provocadas por fungos, os quais são limitados à pele, aos pêlos, as unhas e às mucosas.

Brucelose  A transmissão da bactéria se faz por ingestão de produtos do animal infectado, pelo consumo do leite não pasteurizado ou do próprio queijo.

Febre Maculosa ou Febre do Carrapato  É uma infecção aguda causada por uma bactéria, a Rickettsia rickettsii. O homem é infectado através da picada do carrapato que eventualmente carrega esta bactéria nas suas glândulas salivares.

Ptiríase Rósea de Gibert  É uma erupção aguda de pele, em geral de cor branca, autolimitada, que afeta principalmente adolescentes e adultos jovens de ambos os sexos. As lesões de pele são sucessivas e progressivas, com regressão e cura.

Tétano  É uma infecção grave causada pela toxina de uma bactéria chamada clostridium que entra no organismo por lesões de pele tais como cortes, arranhaduras, mordidas de bicho.

Molusco Contagioso  É uma infecção freqüente de pele, de origem viral, contagiosa, causada por poxvírus. Afeta principalmente crianças.

Leptospirose  A infecção humana na maioria das vezes está associada ao contato com água, alimentos ou solo contaminados pela urina de animais portadores do leptospira.







Autor

Título: Erisipela

Link :
Data de Publicação : 01/11/2001 - Revisão : 26/07/2014 - Acesso : 01/10/2014 - Código do Conteúdo : Artigo 488
Palavras-Chave : Erisipela - Angiologia e Cirurgia Vascular - Streptococcus , Linfangite , Penicilina , Linfedema , Fungos , mal-estar , desânimo, dor de cabeça, náusea e vômitos, febre alta .





Aviso Legal

Proibida a reprodução integral ou parcial, para uso comercial, editorial ou republicação na internet, sem autorização mesmo que citada a fonte - (Inciso I do Artigo 29 - Lei 9.610/98). Permitido o uso para trabalhos escolares, sem autorização prévia, desde que não sejam republicados na internet. Os anúncios publicitários são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos anunciantes, não constituindo qualquer forma de indicação ou de interferência no conteúdo editorial. Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas através do site ABC DA SAUDE, o qual tem por objetivo a informação, divulgação e educação acerca de temas médicos, e cujos artigos expressam tão somente o ponto de vista dos seus respectivos autores. Tais informações não deverão, de forma alguma, ser utilizadas como substituto para o diagnóstico médico ou tratamento de qualquer doença sem antes consultar um médico.
Política Editorial : http://www.abcdasaude.com.br/sobre
© Copyright 2001-2014 - ABC da Saúde Informações Médicas Ltda. - Proibida a reprodução sem autorização - Todos os direitos reservados.

Publicidade/Advertisement


Publicidade/Advertisement


Publicidade/Advertisement


Notícias




Destaques