FERIDA CIRÚRGICA

O que é?

É uma ferida resultante de uma intervenção cirúrgica. É quando as bordas saudáveis da pele são aproximadas e suturadas.

Fatores que podem afetar a cicatrização.

Os fatores que podem prejudicar a cicatrização são

Idade: na criança porque o sistema imunológico e outros sistemas corporais estão em desenvolvimento e o risco de desenvolver infecção é maior.

No idoso, à medida que se envelhece a nossa pele fica mais fina e menos elástica e a população das células que reparam os tecidos e combatem a infecção diminuem, resultando numa cicatrização mais lenta e aumentando o risco de cicatrização.
 

Nutrição: é importante que antes da cirurgia se identifique logo os problemas nutricionais e se desenvolva um plano para reparar suas deficiências.
Saúde geral da pessoa: a infecção ou doença preexistente retardam ou complicam a cicatrização, mas nem sempre é possível adiar a cirurgia até que se consegue tratar. Como por exemplo, a doença arterial, a hipertensão e vasculopatia periférica que prejudicam a cicatrização porque impedem que o fluxo sanguíneo chegue ao local da incisão. Outro exemplo muito comum é o diabetes melitus que pode interferir na vasodilatação impedindo a circulação sanguínea no local da incisão.
Oxigenação: para a cicatrização o local da incisão precisa de oxigênio para que organismo consegue produzir colágeno

Fatores que podem complicar a sua ferida cirúrgica.
 

Infecção – Deve-se observar o aspecto da lesão, buscando sinais de infecção, tais como: coloração avermelhada, endurecimento, drenagem de secreções, edema e calor no local, dor exagerada no local da incisão. Observar temperatura corporal. A febre também pode ser um sinal de infecção.
Hemorragia – Poderá ocorrer hemorragia decorrente de lesão dos vasos sangüíneos. Podem ser internas e externas, dependendo da região afetada. Hemorragias internas, normalmente necessitam de cuidados mais emergenciais, pois podem ter um volume de sangue muito elevado. Nas hemorragias externas deve-se fazer compressão no local ou um curativo compressivo, até a chegada de um médico.
Deiscência e evisceração – a deiscência é quando os pontos da ferida operatória se rompem. Quando este rompimento ocorre na totalidade da sutura poderá ocorrer evisceração. A evisceração é mais comum em cirurgias de abdome. Na evisceração sai abundante líquido da cavidade abdominal.
Caso apareçam sinais e sintomas como os relatados acima, o médico cirurgião deverá ser procurado.[?emergência!]

Cuidados com a ferida.
 

Manter a ferida limpa e seca.
Observar sinais de infecção, hemorragias, deiscência e evisceração.
O curativo ajuda a manter a ferida protegida contra patógenos.
Alguns curativos impermeáveis permitem que o paciente possa banhar-se sem se preocupar em molhar a ferida operatória. Estes podem ser mantidos sobre a ferida por 07 (sete) dias.[porquê? A oxigenação favorece a cicatrização]
Caso seu médico permita, a ferida operatória poderá ficar sem curativos. Sendo que alguns cuidados deverão ser observados: lave o local com água corrente e sabonete neutro, seque com toalha macia e não faça fricção ou pressão sobre o local. Use roupas confortáveis para que não aja pressão ou fricção sobre o local.
Não há necessidade de utilizar qualquer anti-séptico. Somente mantenha o local limpo e seco.
Caso aja drenagem de secreção serossanguinolenta (um sangue bem aguado), proteja a ferida com um curativo.
A retirada dos pontos poderá ser feita pelo médico assistente ou em um serviço de saúde.






Publicidade/Advertisement

Publicidade/Advertisement


LEIA TAMBÉM

Dúvidas em Anestesia  Anestesia é uma palavra de origem grega que quer dizer ausência de sensações.

Lipoaspiração  Consiste na introdução de uma cânula metálica no subcutâneo que ligada a um aparelho de fazer vácuo aspira quantidades de gordura.

Orientações para o Dia da Cirurgia  Documentos, Jejum, Medicações, Cuidados Gerais

Cicatrização  Denomina-se cicatrização ao fenômeno pelo qual o organismo tende a reparar uma porção lesada.

Cirurgia Plástica de Queixo (Mentoplastia)  A mentoplastia é a cirurgia para correção de deformidades no mento ou queixo. Podem ser anomalias do crescimento, deformidades adquiridas por traumatismos ou outras doenças.

Cirurgia Laparoscópica  Laparotomia é a cirurgia que incisa a parede abdominal para operar as estruturas e órgãos intra-abdominais a céu aberto. Laparoscopia é uma maneira de olhar dentro do abdômen, através de uma pequena incisão por onde se introduz uma lente que é o Laparoscópio.

Otoplastia - Cirurgia Plástica nas Orelhas  É a cirurgia para correção de deformidades na orelha externa. Podem ser anomalias do crescimento, deformidades adquiridas por trauma ou outras doenças. A deformidade mais conhecida é a orelha em abdução ou "orelha-de-abano".

Colecistectomia - Cirurgia da Vesícula Biliar  Colecistectomia é das operações mais realizadas e a mais freqüente das cirurgias abdominais. É segura, com mortalidade e índice de complicações muito baixas.

Correção Cirúrgica da Face e Dentes  A cirurgia ortognática é o tratamento para pacientes que possuem deformidades envolvendo o esqueleto facial e os dentes.

Blefaroplastia - Cirurgia Plástica nas Pálpebras  A blefaroplastia é a cirurgia para correção de deformidades das pálpebras.







Autor

  • Equipe ABC da Saúde
  •  
  • -
  • -
  • -
Outros artigos do autor

Título: Ferida Cirúrgica

Link : | Data de Publicação : 01/11/2001 - Revisão : 25/06/2014 - Acesso : 24/11/2014 - Código do Conteúdo : Artigo 628 | Palavras-Chave : Ferida Cirúrgica - Enfermagem - cirurgia, sutura, infecção, doença arterial, hipertensão , intervenção cirúrgica, vasculopatia periférica , cicatrização, incisão, oxigênio, curativo, cirurgião , hemorragia, anti-séptico, retirada pontos, drenagem secreção serossanguinolenta , deiscência, evisceração .





Aviso Legal

Proibida a reprodução integral ou parcial, para uso comercial, editorial ou republicação na internet, sem autorização mesmo que citada a fonte - (Inciso I do Artigo 29 - Lei 9.610/98). Permitido o uso para trabalhos escolares, sem autorização prévia, desde que não sejam republicados na internet. Os anúncios publicitários são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos anunciantes, não constituindo qualquer forma de indicação ou de interferência no conteúdo editorial. Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas através do site ABC DA SAUDE, o qual tem por objetivo a informação, divulgação e educação acerca de temas médicos, e cujos artigos expressam tão somente o ponto de vista dos seus respectivos autores. Tais informações não deverão, de forma alguma, ser utilizadas como substituto para o diagnóstico médico ou tratamento de qualquer doença sem antes consultar um médico.
Política Editorial : http://www.abcdasaude.com.br/sobre
© Copyright 2001-2014 - ABC da Saúde Informações Médicas Ltda. - Proibida a reprodução sem autorização - Todos os direitos reservados.


Publicidade/Advertisement

Publicidade/Advertisement


Publicidade/Advertisement


Notícias




Destaques