NÁUSEAS E VÔMITOS

NÁUSEAS E VÔMITOS


Sinônimos/nomes populares

Enjôo, mal-estar, ânsia de vômito, vontade de vomitar, embrulho.

O que é?

Náusea é uma desagradável sensação de vontade de vomitar. Geralmente é sentida na parte superior do abdômen. Varia em intensidade e pode ou não ser seguida por vômito.

Vômito é a expulsão forçada pela boca do conteúdo do estômago ou da porção inicial do intestino. Pode haver eliminação de alimentos ainda não digeridos, já digeridos ou apenas de secreções produzidas pelo corpo para possibilitar a digestão (saliva, suco gástrico, suco pancreático, bile).

O tipo de material que será eliminado dependerá do tempo desde que a pessoa se alimentou até o momento do vômito e do tipo de problema que o está causando.

É importante diferenciar vômito de regurgitação. Esta última é o retorno não forçado de material do esôfago, estômago ou porção inicial do intestino, sem esforço ou contração de músculos da barriga ou tórax, e geralmente não associado à náusea. É o que freqüentemente ocorre com bebês nos primeiros meses e em adultos com queixa de azia (refluxo gastroesofágico).

Quais são as causas?

As causas de náuseas e vômitos são muito variadas. A maioria é causada por alterações que ocorrem diretamente no estômago ou intestino, mas certas situações envolvendo outros órgãos também causam esses sintomas. Por exemplo:
 

Gravidez,
o balançar de barcos,
doenças do ouvido,
enxaquecas,
doenças ou infecções do cérebro,
o infarto do miocárdio,
a insuficiência renal,
vários tipos de remédios.

Entre os remédios mais conhecidos por causar náuseas e vômitos de forte intensidade estão os medicamentos usados para o tratamento do câncer (quimioterapia). Nesses casos a náusea e o vômito ocorrem por um estímulo diretamente no cérebro, que é quem coordena a sensação de náusea e inibe ou estimula o vômito.

Doenças em qualquer órgão podem causar náuseas ou vômitos.

Apesar da extensa lista de causas de náuseas e vômitos, as mais freqüentes são as que causam "irritação" do estômago ou intestino, como as infecções alimentares, gastroenterites agudas e medicamentos como os antibióticos e anti-inflamatórios.

Outras causas menos comuns são as obstruções intestinais (que impedem a passagem do alimento pelo intestino) e as inflamações graves de órgãos do abdômen: apendicite, colecistite (inflamação da vesícula biliar), pancreatite, hepatite.

Pessoas com diabetes há muitos anos, especialmente se mal controlada, podem sentir náuseas e ter vômitos por uma dificuldade do estômago em se esvaziar e empurrar os alimentos em direção ao intestino (gastroparesia).

O que se sente?

Além da sensação de náusea em si, costuma-se sentir um mal estar generalizado, falta de vontade de comer, vontade de ficar parado e, em alguns casos, o paciente prefere ficar em uma posição específica, deitado ou sentado para se sentir melhor.

Geralmente, há outros sintomas associados à náusea que variam conforme a causa. Nas infecções gastro-intestinais causadas por vírus ou bactérias, podem ocorrer simultaneamente ou em seqüência, dor e distensão abdominal e diarréia.

Cada uma das outras causas de enjôo são acompanhadas de sintomas próprios da doença e é importante que sejam descritos para o médico para que a causa possa ser descoberta e tratada.

Como se trata?

A maioria dos episódios de náuseas, com ou sem vômitos, melhora espontaneamente em horas ou poucos dias. Enquanto permanecer o quadro é muito importante que se mantenha a hidratação. Adultos, e principalmente crianças e idosos, devem ser estimulados a manter abundante ingestão de líquidos (água, sopa, suco) para prevenir a desidratação.

É normal as pessoas não terem vontade de comer enquanto estão nauseadas, e não há necessidade de forçar a ingestão de comida. Todos os esforços devem ser concentrados em estimular o doente a beber líquidos.

Os quadros agudos costumam resolver-se em poucos dias, e após, o paciente pode gradualmente recuperar o que deixou de comer. Se o paciente tem vontade de comer, deve-se oferecer seguidamente pequenas quantidades de comida, preferentemente com pouca gordura. As sopas fervidas com cereais dentro (arroz, por exemplo) costumam ser bem aceitas e tem razoável quantidade de calorias.

O tratamento da náusea em si pode ser feito com vários tipos de medicamentos usados por via oral ou injetáveis (via intramuscular ou intravenosa). Para seu uso é necessária a orientação de um médico.

Casos que não se resolvem em poucos dias, casos em que o indivíduo não consegue manter uma ingestão mínima de líquidos ou casos com sangramento ou outros sintomas importantes associados, devem ser avaliados por um médico para que este possa esclarecer a causa do problema, indicar exames, medicamentos e até internação hospitalar, se necessário.

Como se previne?

As boas condições de higiene e o adequado armazenamento de alimentos podem prevenir alguns casos de infecções alimentares que são uma das causas mais freqüentes de náuseas e vômitos.

Situações sabidamente causadoras de náusea em pessoas suscetíveis, como uso de certos tipos de medicamentos e viagens de barco, ônibus ou avião, podem ser manejadas com uso preventivo de medicação. Pessoas que sabem que vão se expor a essas situações, podem aconselhar-se com um médico para saber o que, quando e como tomar medicação preventiva.

Atualmente, obtém-se um bom controle da náusea induzida por quimioterapia com esquemas antieméticos (contra-vômitos) potentes.

Perguntas que você pode fazer ao seu médico

Por que estou vomitando esse líquido verde? É bile?

Devo provocar o vômito quando estou muito enjoado?

Depois de vomitar muitas vezes saiu sangue, por quê?

De quanto em quanto tempo posso tomar o remédio para enjôo? Eles têm algum efeito adverso (colateral)?

Quando devo procurar o médico ou hospital por causa do enjôo ou vômitos?

Como deve ser minha alimentação nessas situações?





Publicidade/Advertisement

Publicidade/Advertisement


LEIA TAMBÉM

Diarreia Aguda  É observada como uma diminuição da consistência habitual das fezes que podem alcançar o estado líquido. O número de evacuações varia de um episódio isolado até mais de dez em 24 horas.

Diarreia Crônica  Diarréia é a eliminação de fezes, predominantemente desmanchadas ou líquidas, não importa o número de vezes. É crônica quando ocorre por um período maior que 3 a 4 semanas.

Doença do Refluxo Gastro-Esofágico  É um conjunto de queixas que acompanha alterações no esôfago resultantes do refluxo (retorno) anormal do conteúdo estomacal

Gastrite  O estômago é um tipo de bolsa que recebe o que ingerimos. Internamente, é forrada por mucosa, uma camada rosada parecida com a que temos em nossa boca.

Hepatite A  É uma inflamação do fígado (hepatite) causada por um vírus chamado Vírus da Hepatite A (HAV). Pelo seu modo de transmissão, esse tipo de hepatite é típico de áreas menos desenvolvidas, com más condições de higiene e falta de saneamento básico.

Úlcera Péptica  A úlcera é uma lesão do revestimento (mucosa) do esôfago, estômago ou duodeno, que é a porção inicial do intestino.

Gestação - Diagnóstico  Na vida da mulher, o diagnóstico da gestação é aquele que provoca as maiores emoções: desde alegria e bem estar intensos até a tristeza profunda e sensação de desamparo.

Gestação e Queixas Mais Frequentes  A maioria das queixas apresentadas diminui ou desaparece sem o uso de medicamentos.

Enxaqueca  A enxaqueca, na realidade, não é apenas um tipo de cefaléia, mas uma síndrome neurológica conhecida desde os primórdios da humanidade, afetando grande parte da população mundial.

Infarto - O Ataque do Coração  Se dá quando o suprimento de sangue a uma parte do músculo cardíaco é reduzido ou cortado totalmente







Autor

Título: Náuseas e Vômitos

Link : | Data de Publicação : 01/11/2001 - Revisão : 30/10/2008 (Equipe ABC da Saúde) - Acesso : 22/11/2014 - Código do Conteúdo : Artigo 295 | Palavras-Chave : Náuseas e Vômitos - Gastroenterologia - Enjôo, Êmese , Mal Estar , Ânsia de Vômito , Embrulho , Náusea .





Aviso Legal

Proibida a reprodução integral ou parcial, para uso comercial, editorial ou republicação na internet, sem autorização mesmo que citada a fonte - (Inciso I do Artigo 29 - Lei 9.610/98). Permitido o uso para trabalhos escolares, sem autorização prévia, desde que não sejam republicados na internet. Os anúncios publicitários são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos anunciantes, não constituindo qualquer forma de indicação ou de interferência no conteúdo editorial. Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas através do site ABC DA SAUDE, o qual tem por objetivo a informação, divulgação e educação acerca de temas médicos, e cujos artigos expressam tão somente o ponto de vista dos seus respectivos autores. Tais informações não deverão, de forma alguma, ser utilizadas como substituto para o diagnóstico médico ou tratamento de qualquer doença sem antes consultar um médico.
Política Editorial : http://www.abcdasaude.com.br/sobre
© Copyright 2001-2014 - ABC da Saúde Informações Médicas Ltda. - Proibida a reprodução sem autorização - Todos os direitos reservados.


Publicidade/Advertisement

Publicidade/Advertisement


Publicidade/Advertisement


Notícias




Destaques